16/04/2009

Alice no Congresso das Maravilhas

Orçamento do Congresso (Senadores e Deputados) = R$ 5,94 bilhões, sendo R$ 2,74 bilhões para 81 Senadores e R$ 3,2 bilhões para 513 Deputados. Possuem salário de R$ 16.500,00 mais verba indenizatória de R$ 15.000,00. Possuem apartamentos funcionais a disposição e caso recusem, recebem R$ 3.800,00 (senadores) e R$ 3.000,00 (deputados). Têm direito a 4 passagens aéreas por mês para seus estados, 25 litros de combustível por dia, seguro-saúde, seguro postagem e telefonia. Sem falar nos funcionários (fixos ou terceirizados) para fazer o Congresso funcionar (?).
"Em apenas um ano, os deputados gastaram R$ 81,5 milhões em passagens aéreas. MPF vê indícios de irregularidades" - Correio Braziliense - 16/04/2009.
"Três ministros licenciados da Câmara - José Múcio, Reinhold Stephanes e Geddel Vieira Lima - continuaram usando passagens aéreas da Casa. Parlamentares licenciados perdem esse direito. A Procuradoria da República deu 30 dias à Câmara para regulamentar o uso das passagens. O deputado Fábio Faria mentiu sobre o ressarcimento de passagens utilizadas por terceiros" - O Globo - 16/04/2009.

Um comentário:

  1. Bom, esses são os números reais. Vamos imaginar os interesses e as negociações que são realizados apenas pela importância do cargo.
    Basta dizer que é deputado e parece que as "coisas" fluem melhor.
    Deve ser um poder incalculável, eu creio.

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.