18/06/2009

Pela liberdade de expressão e livre pensamento.

O processo movido contra a obrigatoriedade do diploma de jornalismo e a favor da liberdade de expressão e do livre pensamento por Taís Gasparian, advogada do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado de São Paulo (Sertesp), foi vitorioso.
Conclui-se que a liberdade de expressão e o livre pensamento brasileiro saiu ganhando. Por este motivo faço minha sugestão para a advogada mover outra ação com o mesmo objetivo, mas desta vez contra o oligopólio das 11 famílias que controlam 80% da comunicação brasileira e as 6 redes privadas que predominam na TV brasileira. Contra o sistema de concessões públicas vigente no país.
Nenhum cidadão brasileiro seria contra a liberdade de expressão e o livre pensamento, mas que seja real e extendido para todos os setores e assim promova a igualdade propalada e não executada, nunca realizada no Brasil. Nenhum cidadão brasileiro será a favor do Coronelismo Eletrônico tão praticado no país, pelo mesmo desejo que temos de liberdade de expressão.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.