10/06/2009

Sarney e o nepotismo disfarçado

“Não havia porque esconder. Foi ele (Cafeteira) quem escolheu. Eu não pedi em nenhum momento” - disse José Sarney. As palavras foram oferecidas como explicação plausível (plausível para Sarney) sobre a contratação de seu neto, João Fernando, pelo senador Epitácio Cafeteira (senador eleito pelo Maranhão, estado de Sarney, eleito por Amapá). O neto de José Sarney foi demitido em outubro do ano passado. A questão que fica: Cafeteira, dentre 200 milhões de brasileiros, resolveu contratar coincidentemente o neto de Sarney?
P.S.: embora a prática não seja novidade, a moda no Congresso é alocar parentes trabalhando para outros políticos, assim o brasileiro (o povo) não pensará que isto é nepotismo.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.