Contradições conformadas num mesmo discurso.

O mundo em que vivemos é contraditório: cria carros que atingem mais de 220 km/h para andar em estradas que não permitem ultrapassar os 120 ...

O mundo em que vivemos é contraditório: cria carros que atingem mais de 220 km/h para andar em estradas que não permitem ultrapassar os 120 km/h; cria aparelhos de DVD pra automóveis nos quais motoristas não podem falar ao celular ou fumar, já que as mãos ocupadas podem prejudicar a direção. As criações trazem em si um convite para a infração ao oferecer possibilidades que, em tese, a lei contradiz. Leis servem para evitar estas infrações, mas a jurisprudência pode interpretar casos parecidos de maneiras diversas, punindo uns e outros não. Faz parte da sociedade ultrapassar estes limites, pois se vende e anuncia equipamentos que não deveriam se usar acima da metade de sua capacidade, quando poderiam ser usados.
A desconfiança pode se tornar generalizada quando pequenas infrações são cometidas, senão para que comprar motos que atingem 300 km/h? Nem todos os motociclistas dispõem de pistas particulares, mas muitos compram e os que não podem, no mínimo anseiam. Em linhas gerais, uma mãe pode desconfiar da direção do motorista que leva seu filho para a escola. Como solução para o impasse, a tecnologia mercantil oferece a saída, a monitoração ou vigilância. Câmeras são colocadas em todas as partes sem se oferecer resistência, afinal, existe certo consenso da necessidade de segurança. O pensamento majoritário é que máquinas podem vigiar e preservar a vida. Empresas, casas, escolas e ruas possuem amplos sistemas de monitoramento, muitos conectados à internet para acompanhar os acontecimentos à distância e em tempo real.
Um novo modelo dos conceitos de presença e ausência surge atualmente. Nunca se está totalmente distante e nem totalmente ausente. A dependência da tecnologia e das redes se faz necessária aos usuários, onde quer que estejam. Será sempre preciso um aparelho conectado à internet para acompanhar os filhos na escola ou o conserto do carro numa oficina. O ideário do vigiar para punir cria também novas formas de infringir. O motorista conhecedor das ruas freia próximo aos radares e acelera em demasia no restante do caminho. A vigilância nem sempre inibe a infração, em muitos casos acaba aprimorando-a no trânsito, na escola ou na empresa.
O registro diante de determinada ausência foi o que possibilitou a criação de símbolos, através dos quais nos comunicamos. A constante presença e ausência fragmentada da atualidade pode levar a não evolução da comunicação e pensamento, significando mesmo uma estagnação generalizada. Seremos cada vez mais dependentes das máquinas tecnológicas e incapazes de criar ou evoluir na sociedade, na arte e na política.
A vida como um todo sairá de seu domínio e se viverá sempre em aceleração para acompanhar as novidades da tecnologia e as novas formas de vigiar e punir. Talvez, o uso indiscriminado destas máquinas possa significar o fim do homem, enquanto não possuidor de suas escolhas e dificilmente caminhos de autonomia e evolução.

COMMENTS

BLOGGER
Nome

Anna Poulain,5,Apoemático,19,APPs,15,Arte,5,Arte Digital,17,Artigos próprios,105,Artigos reproduzidos,286,Biografias,1,Cinema,8,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,7,Cultura,14,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,7,Diálogos,1,Diego Pignones,43,Digital,1,Documentários,120,Educar,23,Ensaios,14,Entrevistas,40,featured,4,Fotografia,42,Games,3,HQ,16,In Memoriam,2,Informe,1,Jornais,25,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,25,Literatura,31,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1299,Música,83,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,57,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,16,Poesia,39,Política Carioca,135,Política Internacional,335,Política Nacional,1004,Q tem pra V,45,Rádio/TV,27,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,18,Teatro,20,Tetraplégicos Unidos,10,Tirinhas,4,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,11,Vídeos,40,Web,45,
ltr
item
COMUNICA TUDO: Contradições conformadas num mesmo discurso.
Contradições conformadas num mesmo discurso.
COMUNICA TUDO
http://www.marcelodamico.com/2009/07/contradicoes-conformadas-num-mesmo.html
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/2009/07/contradicoes-conformadas-num-mesmo.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy