29/07/2009

Escolas e universidades estão com gripe.

Não são poucas as doenças que atingem a educação brasileira. A última foi a gripe H1N1. São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Rio Grande do Sul já adiaram a volta às aulas. Até o momento já foram registrados 56 óbitos por gripe suína (nome politicamente incorreto).
A dengue, que ano passado foi uma das vedetes jornalísticas, matou mais que o triplo no Brasil e no mesmo período, mas não registra tantas mortes no Rio de Janeiro ou São Paulo (centrais jornalísticas brasileiras). A malária e a fome matam milhões por ano em todo o mundo, mas são os milhões de pessoas que infelizmente não compram jornais.
Escolas e universidades estão com gripe? Sim, principalmente ao formarem muitos comunicadores que só olham para o umbigo de sua própria classe social. É a lei de mercado. De repente, agora que não precisamos mais de diplomas de jornalismo para o exercício da profissão, este quadro mudará radicalmente e a imprensa se tornará consciente do seu ofício de informar.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.