29/07/2009

Expulsando as tensões do conhecimento.

Estamos perdendo o real pensamento sistematicamente diminuído de algo que lhe é essencial, sua complexidade. O conceito transdisciplinar surgiu como efetivo combate à simplificação dominadora. A visão holística da atualidade permitirá ao homem compreender e agir no mundo em que vivemos sem maiores distorções. O debate entre idéias e conceitos degradados será incapaz de evoluir em seu próprio cerne e menos ainda de transformar a realidade.
A manipulação da complexidade do pensamento teórico, enquanto simplificação e deturpação de conceitos, é algo generalizado. A simples manifestação de apoio na internet ao chamado nanoconteúdo é prova disso. Cada vez mais estudantes mostram-se desinteressados pela leitura de livros e utilizam resumos amplamente disseminados pela rede como solução viável para uma sociedade que pensa “tempo é dinheiro”. A ilusão do aprendizado máximo desfrutando o mínimo é consensual.
As teorias libertas de tensões antagônicas ou contraditórias são vistas com bons olhos pela maioria e não permite sua evolução real. As simplificações bastam a si próprias, não necessitando de divergências e podendo ser encaradas como próximas da crença e distantes do pensamento. Dizer que tudo é demasiado complexo é igualmente simplificação, pois expulsa de si as tensões que permitem o crescimento, banalizando e tornando o conhecimento distante do real.
O próprio uso de palavras ou expressões também são sistematicamente deturpadas em sua etimologia, assim como anarquia se tornou sinônimo de bagunça e reality show (antes usado para denominar documentários) nomeia programas televisivos de confinamento nos quais o objetivo é a exposição de qualquer coisa. A constante simplificação e deturpação de palavras, expressões, conceitos e teorias permite perverter o conhecimento e assim manter a superioridade política, social e econômica sobre a maioria através da ideologia dominante.
A teoria, com o pleno emprego do método, não é o próprio conhecimento, mas sim um ponto de partida para este. Uma teoria não é a verdade e não deve ser tomada doutrinariamente ou de modo tecnicista e simplificado. O conhecimento deve ser transdisciplinar e complexo, necessitando de ampla dedicação do sujeito. Eliminar as tensões de uma teoria ou operar sua forma simplificada é afastar de si o conhecimento, ou seja, o real objetivo que se tem ao lidar com acepções teóricas.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.