31/07/2009

Pérola jornalística

“Por que não, então, um gay para suceder Lula? Branco ou preto? Esperem! Vamos fazer logo um “combo” de minorias. A candidata poderia ser mulher, negra e lésbica. E acho que a gente deve acumular experiências, incorporando qualidades de minorias passadas. Poderia ser mulher, negra, lésbica, meio analfabeta e eventualmente sem dedo. O “eneadactalismo” passaria a ser uma exigência para chegar ao topo” - Reinaldo Azevedo. Para ler na íntegra, clique aqui.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.