28/08/2009

Mídia/Lina e o mal para o país

Luis Nassif:
Independentemente de avaliações técnicas, o mal que Lina Vieira fez à Receita não tem paralelo na história moderna do país. É um preço que terá que ser colocado na conta do Ministro da Fazenda Guido Mantega, quando optou pela solução Lina.

Clique aqui para a nova postura dos jornais: agora que não precisam mais de Lina para detonar Dilma Rousseff, abrem espaço para informações que rebatem a suposta eficiência de sua gestão.
Comentário de M.A.D.: Mantega cometeu um erro tosco ao nomear Lina Vieira, cujo marido foi ministro de FHC. No cenário político-social no qual vivemos neste país, você não precisa se preocupar com as eleições de 2010. Se tudo continuar como está, tanto faz, pois a mídia aumentou seu poder acima de qualquer instituição do Estado Brasileiro: detonou a ABIN, Petrobras, Receita Federal, Senado, Governo Federal, vários Ministérios e assim por diante.

Essencial dizer que a mídia não tem poder. Já escrevi sobre isso. Quem tem poder são os patrocinadores (donos do capital) que sustentam a mídia que tem audiência. Quem atribui audiência pra este ou aquele veículo de mídia somos nós. Esta é a tríade do poder que a mídia sutilmente diz que tem, mas bastaria mudarmos nossos hábitos, trocar de canal ou comprar outros jornais e esta mesma mídia mudaria seu discurso. Ninguém faz nada sem dinheiro. A mídia não tem poder, mas sua existência enquanto tal depende exatamente de crermos nisso e pensar que não há o que fazer. A existência desta mídia que tanto mal causa ao país depende de acreditarmos que não importa o que façamos, ela sempre sobreviverá, pois está acima de nós. Mas isto é mentira, ela depende de nós. Basta perguntar porque cada veículo de mídia tem um Departamento de Marketing que vive analisando nossos hábitos e consumos.

Enfim, enquanto atribuirmos este "poder divino" pra mídia e esta se comportar como vem se comportando, não precisamos de preocupação para as eleições de 2010. Se Dilma ganhar a eleição, a mídia vai continuar destruindo todas as Instituições do Estado, sob a égide da oposição, e impedindo que o país avance, que se votem as leis que precisamos e tudo o mais. Se Serra ganhar a eleição, a oposição será massacrada, a economia voltará a ter índices medíocres da era FHC e o país voltará a ser vendido livremente. Por trás de tudo, estará a grande mídia: Globo, Folha, Estadão e Abril.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.