08/09/2009

Collor é eleito imortal

Todo mundo já sabe: Collor foi eleito imortal da Academia Alagoana de Letras sem ter escrito um livro. A notícia causou furor na internet, mas eu achei bom. Para povo que não gosta de ler, nada melhor que um imortal que nunca escreveu um livro.
Dos 40 integrantes da AAL, cerca de 6 ou 7 são políticos, disse o presidente bispo Dom Fernando Iório. O ex-senador Jarbas Passarinho (aquele que também assinou o AI-5), por exemplo, é acadêmico pelo Acre e pelo Pará. Ainda no Acre, tem como companheiro o Senador Tião Viana. O Ministro Patrus Ananias é membro da Academia Mineira, que também já abrigou o imortal Tancredo Neves.
A Academia Brasileira de Letras, além de ter abrigado Getúlio Vargas, hoje abriga os notórios escritores José Sarney, Marco Maciel, Ivo Pitangui, Paulo Coelho. Marco Maciel por exemplo, tem quase 30 obras, a maior parte publicada por órgãos oficiais, mas isso não importa, basta ser acadêmico. Paulo Coelho é outro nobre escritor que publicou livros até com erro de português e recebeu uma "chamadinha" de Jô Soares em seu programa.
Brasileiro se irrita por qualquer coisinha. Tem algum problema em acadêmico de letras nunca ter lançado um livro? Ah, que bobagem. Roberto Sarmento, professor da Ufal, dá uma explicação notória sobre estes estranhos acadêmicos:
"As academias, como a Brasileira de Letras, têm o papel de reunir o que considera os maiores intelectuais da sociedade. A ABL, por exemplo, tem como membro Ivo Pitangui, que é medico, mas possui um acervo de publicações que justificam sua indicação. Ou seja, não é preciso ser uma obra literária, mas entendo que é preciso publicar livros para ser eleito".
Entendeu? Não é preciso ter uma obra literária, basta ser intelectual. Alguém duvida que José Sarney, Marco Maciel, Pitangui e outros não são inteligentes? Quanto ao Collor, ninguém entendeu nada: ele primeiro quis ser imortal, depois vai lançar um livro. Qual é o problema? A ordem dos fatores não altera o produto.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.