15/09/2009

Dines entrevista Bonner

O Observatório da Imprensa de hoje tem como tema os 40 anos do principal telejornal do país, o Jornal Nacional.
.
O jornalista Alberto Dines foi até a redação da TV Globo, no Rio de Janeiro, e conversou com William Bonner, apresentador e editor-chefe do telejornal.
.
Neste bate-papo, os temas foram bastante variados. Bonner falou sobre a concorrência da Rede Record, a questão do diploma e, é claro, sobre o modo de fazer o Jornal Nacional.

Assista hoje, 15 de setembro de 2009, às 22h40, na TV Brasil.

4 comentários:

  1. Muito chata a entrevista.
    Bonner é um ótimo publicitário, fez bem seu papel de chavecador.
    Rodeios e sorrisos...

    ResponderExcluir
  2. Sobre a entrevista? Bem, o Dines é um ótimo jornalista, ótimo entrevistador.

    ResponderExcluir
  3. Bonner vendeu bem o seu peixe. Nas suas palavras, a história da globo é um mar de rosas. Um mundo tão perfeito e feliz quanto Matrix. Só não se falou do que está por trás das máscaras e do cenário, realidade que só conhecemos quando olhamos por fora das lentes da grande mídia.
    Infelizmente, Dinnes não conseguiu arranhar a redoma.
    A TV pública devia diferenciar-se mais dos canais comerciais. Está deixando muito a desejar em sua abordagem tão aproximada dos demais (pauta única?). Alternativa não pode ser CTRL-C CTRL-V! Ou será que não existe outra fórmula, outra pauta? Ou será que o que vemos no plim-plim é realidade? Espero mais da TV pública, principalmente no que concerne ao jornalismo. Por exemplo, não vejo uma palavra sobre o massacre de trabalhadores rurais no Rio Grande. Pessoas foram sitiadas e várias autoridades respeitáveis denunciaram abusos contra direitos humanos. Por que ninguém cobre tais fatos? Vamos trabalhar, pessoal!
    Existe um mundo real fora da caixinha do plim-plim! É este que eu quero ver na TV pública. Dispenso o sorriso plástico-marketeiro do "Bonzinho".

    ResponderExcluir
  4. Sim, Dines não conseguiu arranhar a redoma, mas pode ser que já existia algo pré-determinado para que a entrevista fosse realizada. Creio que Dines tenha tentado, mas Bonner fala tanto, com tanta retórica, que é capaz de enlouquecer um Edgard Morin.

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.