14/09/2009

Lei sobre a Homofobia

O Projeto de Lei 122/06, que criminaliza a homofobia no Brasil não para de criar "polêmica" graças aos setores conservadores. Evangélicos e católicos desejam alterar termos impedindo que a discriminação contra homossexuais seja tratada como crime. Embora tramitando há cinco anos, o Projeto de Lei só ganhou notoriedade nos dois últimos anos.
“Concordo que é preciso garantir os direitos humanos dos homossexuais e acabar com o preconceito e a discriminação. O problema é como fazer isso sem que se fira o direito de liberdade de culto, expressão, fé e opinião” - Marcelo Crivella.
Marcelo Crivella é sobrinho de Edir Macedo e também integrante da Igreja Universal do Reino de Deus. Quando Crivella fala sobre sem que se fira o direito de liberdade de opinião, ele quer dizer que não deve perder o direito de demitir um pastor quando se souber que este é homossexual. Ele explica (?) isso:
“Os homossexuais também têm de aprender a lidar com a diferença de pensamento e opinião. O Estado não pode se meter na religião. Caso esse projeto vire lei, o pastor homossexual não vai poder ser demitido" - Marcelo Crivella.
Talvez ninguém tenha dito ao Senador que os homossexuais sabem muito lidar com as diferenças de pensamento e opinião.
"Não aceitamos discriminação de ninguém, mas não aceitamos sermos discriminados em nossas convicções religiosas” - disse o deputado católico Miguel Martini (PHS-MG).
A citação do Deputado Martini é interessantíssima, pois ninguém quer alterar o texto bíblico nem suas convicções religiosas. O que se propõe é modernizar a lei para tornar crime a homofobia.
O Senador Virgínio de Carvalho, da Assembléia de Deus, diz que não é contra homossexuais, mas é contra o homossexualismo, o que na prática é a mesma coisa:
“Os evangélicos não são contra os homossexuais, mas contra a prática do homossexualismo por reconhecer que, claramente, a Bíblia ensina que os que o praticam, sejam homens ou mulheres não herdarão o reino dos céus” - Virgínio de Carvalho.
Apoiar-se na Bíblia para manter um discurso preconceituoso é absurdo, pois a mesma Bíblia fala sobre doar tudo o que se tem aos pobres, sobre não julgar para não ser julgado e muito mais. O documentário abaixo tem apenas 10 minutos e retrata bem a hipocrisia destes discursos.


Para ler mais:

Cruzada contra a Lei da Homofobia

Projeto da homofobia opõe gays e religiosos

Mídia ignora acordo Brasil-Vaticano

Um comentário:

  1. Meus Deus...Brasil é um país muito atrasado...!
    Não dá pra acreditar que ainda se discute sobre homosexualismo!
    Opinião todo mundo pode ter, mas quando parte pra agressão e discriminação ai é caso de polícia mesmo.
    Viva os gays! uhulll!

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.