10/09/2009

Liberdade provisória ao italiano

Publicada em 10/09/2009 às 18h02m VerdesMares, O Globo - FORTALEZA - A juíza substituta da 12ª Vara Criminal do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza (CE), Cristiane Maria Martins Pinto de Faria, concedeu liberdade provisória ao italiano acusado de beijar na boca a filha de 8 anos na Praia do Futuro. A decisão seguiu o parecer do promotor de Justiça Amsterdan de Lima Ximenes sobre o caso. A titular da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), Ivana Timbó, deve concluir o inquérito ainda nesta quinta-feira.
A juíza Cristiane de Faria impôs algumas condições para a concessão do habeas corpus, entre elas o retorno imediato do acusado à Itália, onde ele possui residência fixa, não mudar de endereço sem a autorização da Justiça, não se ausentar por mais de 8 dias da casa e comparecer a todos os autos processuais até o dia do julgamento. O estrangeiro estava internado no Hospital Gênesis com hipertensão.
O advogado do italiano, Flávio Jacintho, considerou que a Justiça corrigiu um erro ao conceder nesta quinta-feira a liberdade a seu cliente. Segundo o advogado, houve um grande erro no caso.
- A Justiça corrigiu um grande erro. O pai estava beijando a filha, como é comum na Europa. Essa decisão (de libertar o italiano) já era esperada. Agora, a expectativa é que o inquérito seja arquivado - disse Jacintho na tarde desta quinta-feira.
COMENTÁRIO: mesmo desfazendo um erro que jamais deveria ser cometido, a juíza impôs condições ao italiano, que ao meu ver era e ainda é inocente.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.