23/09/2009

Opiniões sobre Honduras

"Eu acredito que o Brasil agiu bem. O governo do Brasil está atuando bem e atuou com o respaldo de toda, toda com letras maiúsculas, a comunidade internacional", afirmou nesta quarta, 23 de setembro, o secretário geral das Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, sobre a embaixada brasileira em Honduras ter abrigado o presidente legítimo do país, Manuel Zelaya, deposto por um golpe de estado em 28 de junho.

A Rede Globo, Miriam Leitão e outros jornalistas da emissora possuem opinião contrária, e aproveitam este delicado momento histórico de Honduras para questionar a política externa brasileira de Lula. Para o jornal "O Globo", em manchete de hoje: AÇÃO DO BRASIL ACIRRA CRISE E TENSÃO CRESCE EM HONDURAS. Mas há quem pense diferente, além dos limites do 'PLIM PLIM'.

"Depois do francês Le Monde e do espanhol El Pais, chegou a vez da revista novaiorquina Newsweek rasgar seda para o presidente Lula. O periódico vem essa semana com uma reportagem em que classifica Luis Inácio como “o político mais popular da Terra”. " - publicado em Acerto de Contas.
.

Leia o trecho de um artigo escrito por Mauro Santayana e publicado no Jornal do Brasil:
"O Brasil agiu corretamente. Não poderia ter fechado as suas portas a um presidente legitimamente eleito e violentamente deposto por um golpe. Os senadores Arthur Virgílio e Heráclito Fortes precisam reler os acordos internacionais sobre direito de asilo e de refúgio, além da inviolabilidade das representações diplomáticas e de sua proteção pela comunidade internacional, antes de criticar o Itamaraty."

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.