17/11/2009

A mídia e seus partidos

Por Carlos Brickmann - A imprensa, para mal dos pecados, parece ter aderido ao clima de final de campeonato. Se o jornal é contra Lula, a culpa do apagão é inteiramente dele; e problemas em São Paulo, cujo governador deve ser o candidato de oposição à presidência da República, não existiram. Se o jornal é a favor de Lula, o apagão foi apaguinho, o de Fernando Henrique foi maior. Foi, nas imortais palavras de Tarso Genro, um "microincidente". E São Paulo, sim, é que não soube garantir o abastecimento de água mesmo sem energia elétrica para bombeá-la.
Os meios de comunicação devem ter posição; isso é bom. Mas não devem permitir que sua posição atropele os fatos. Se os jornais se limitam a transcrever argumentos da situação e/ou da oposição, por que gastar dinheiro para comprá-los?
(Trecho do artigo reproduzido de seu original e publicado AQUI).

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.