02/12/2009

Robin Williams errou


Robin Williams feriu o ufanismo brasileiro tanto quanto feriu o ufanismo carioca. Em terras tupiniquins é motivo suficiente para gerar polêmica. O sentimentalismo nacional foi magoado. Bandeiras e homens para as ruas, vamos defender a nação.
Mas Robin Williams errou, pois o Brasil não enviou 50 strippers e meio quilo de pó, pois são milhares de mulheres profissionais, maiores e menores de idade, que fazem a alegria dos turistas todos os anos, o ano todo. E meio quilo de pó? O Brasil é também uma potência no tráfico, temos toneladas e mais toneladas da droga por aqui.
O ufanismo brasileiro é mesmo engraçado. Sente-se mortalmente ferido por uma declaração de um ator norte-americano, e faz com que um político carioca expresse sua fúria em palavras poéticas: "dor de corno" (Eduardo Paes). Mas o que não fere mesmo o nosso ufanismo é a sujeira do Rio de Janeiro, as torcidas futebolísticas se atracando no meio da rua, os hospitais públicos em estado lastimável, a educação medíocre que oferecemos aos nossos filhos, entre outras coisas. Nada disso nos fere. Nada mesmo, mas basta vir um ator norte-americano, e pronto, logo gritamos: Brasil, Brasil, Brasil...

3 comentários:

  1. Brasileiro é hipócrita e burro, só pode....
    Não enxergam as coisas direito e ficam com este sentimentalismo de doer!!!!!
    Ao invés de ter ações que façam real diferença em nossa sociedade, nossos governantes retrucam dizendo " dor de corno"
    Ahhhh Tenha dó!

    ResponderExcluir
  2. se fossem capazes de se indignar com o metr^rio e a supervia, já seria bom.

    ResponderExcluir
  3. Realmente estamos acostumados a ficar furiosos com declarações de um extrangeiro, seja ator ou politico famoso, mas esquesemos de critricarmos nós mesmo, e ixigir e cobrar melhoras no relacianamentos dos nosos "bons politicos" faz mal, é imoral ou ingorda...

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.