23/03/2010

Comentando notícias de agorinha mesmo

Resolvi comentar algumas notícias que leio por aí. Jogo rápido: é uma notícia e um comentário em seguida. Simples como arroz e feijão. Vamos lá:
NOTÍCIA: dia 17/03, jornalistas gaúchos comemoraram a aprovação da exigência de diploma para o exercício profissional no serviço público estadual.
COMENTÁRIO: não sei até que ponto devemos comemorar. Não seria melhor lutarmos por ética (ethos) no jornalismo? Repensar a grade curricular das inúmeras faculdades de jornalismo? Separar o exercício de jornalistas e assessores de imprensa, já que não têm a mesma função? Ou quem sabe proibir que jornalistas econômicos façam investimentos financeiros, por motivos óbvios? Apenas sugestões.
NOTÍCIA: vigilância Sanitária fiscaliza pescados e ovos de páscoa no Rio de Janeiro.
COMENTÁRIO: legal, mas por acaso, não é essa a função dela? Nada contra, só achei meio redundante. Como dizer professor de matemática é pego ensinando matemática.
NOTÍCIA: lagartas invadem casas em Brasília.
COMENTÁRIO: parece filme de ficção científica, mas não é. Será que em Brasília, além de funcionários fantasmas, existem funcionários lagartas?
NOTÍCIA: falha em subestação causa novo blecaute em Brasília.
COMENTÁRIO: pois é, dificilmente um funcionamento perfeito causaria um blecaute. Mesmo assim, obrigado pela informação.
NOTÍCIA: Fidel está muito bem de saúde para sua idade, diz Raúl Castro.
COMENTÁRIO: cá entre nós, a expressão "para sua idade" não é exatamente um elogio.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.