02/04/2010

Um pouco da Rússia que não vemos

A Rússia é o maior mercado europeu de heroína. Segundo organizações de direitos humanos como a Human Rights Watch, o país tem mais de um milhão de usuários, cerca de 0,75 por cento da população. No total, entre três e seis milhões de pessoas na Rússia usam drogas pesadas.
Na década de noventa, uso de drogas injetáveis aumentou exponencialmente. Por um longo tempo, o problema do HIV na Rússia foi ignorada. Nenhuma informação foi divulgada sobre os riscos do uso de agulhas compartilhadas. Agulhas limpas foram mal disponíveis. Programas de troca de seringas ainda são tabu. Apenas em algumas cidades e em pequena escala são seringas distribuídas. Entre 1995 e 2001, o número de infecções por HIV na Rússia, pelo menos, dobrou a cada ano. Em qualquer caso, dez por cento de todos os usuários de drogas são HIV positivo. E isso é só um palpite. Na Rússia, poucas estatísticas são confiáveis.
 
(Fotos de Rob Hornstra. Texto de Arnold Van Bruggen e Loos Hans. Publicado originalmente em inglês, no sítio GUERNICA.)

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.