13/05/2010

Liberdade de expressão do Grupo Abril

Abril demite editor da National Geographic por críticas à Veja em seu Twitter

Izabela Vasconcelos, de São Paulo

O Grupo Abril demitiu o editor da revista National Geographic, Felipe Milanez, depois que o jornalista criticou a matéria "A farsa da nação indígena", da revista Veja, em seu perfil no Twitter.
“Veja vomita mais ranso racista x indios, agora na Bolivia. Como pode ser tão escrota depois desse século de holocausto?”, contestou no microblog.
O jornalista afirmou que ignorava a publicação, mas que se sentiu ofendido com a matéria. ”Eu costumava ignorar a idiota Veja. Mas esse racismo recente tem me feito sentir mal. É como verem um filme da Guerra torcendo pros nazistas”, postou.
Milanez disse que ficou surpreso com a demissão, porque sua opinião foi algo pessoal. O jornalista, que já trabalhou na Funai, disse que ficou muito constrangido com a reportagem, mas que não foi o único a criticar a matéria.
“A revista é do mesmo grupo, mas a minha opinião era uma coisa pessoal. Esperava no máximo um ‘cala a boca’, mas não uma demissão. Tomei um baque”, contou Milanez, que trabalhou por um ano e meio na publicação.
De acordo com o jornalista, a decisão de afastá-lo da empresa partiu da direção da editora, não da National Geographic. “O pessoal da National me defendeu muito”, explicou.
O Grupo Abril confirmou que Milanez foi demitido por seus comentários sobre a Veja, mas disse que a empresa não irá se manifestar mais sobre o assunto.

(Publicado no Portal Comunique-se)

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.