13/05/2010

Manifesto contra torturadores

"Cada um dos 21 mil subscritores deu a sua contribuição para o fortalecimento da democracia e o manifesto foi juntado ao processo com todas as assinaturas, mas, lamentavelmente, o Supremo Tribunal Federal  negou punição para os torturadores da ditadura.
                       Os ministros Carlos Ayres Britto e  Ricardo Lewandowski votaram favoravelmente à punição e disseram que os crimes comuns não podem ser beneficiados pela anistia.
                       A decisão do STF foi na contramão do fortalecimento do sistema democrático, de respeito aos direitos humanos, ao contrário das ações dos outros países da América Latina e em choque com as decisões da Corte Interamericana de Direitos Humanos/OEA, do qual o Brasil faz parte e que tem audiência marcada para os próximos dias 20 e 21 de maio, no primeiro caso da ditadura militar brasileira.
                     
                       Convidamos todos e todas a estarem presentes no
                       ATO PÚBLICO para manifestarmos pelo fim da impunidade dos torturadores
                       Dia:  18/05/2010 às 14h30   
                       Local: Pateo do Colégio (estação Sé ou São Bento do Metrô), em São Paulo
                        
                       Temos à frente o julgamento a ser realizado pela Corte e o Estado brasileiro, que assumiu compromissos internacionais, poderá construir um país, em que a dignidade humana seja efetivamente um valor.
                       A impunidade da tortura de ontem fomenta a tortura de hoje.
                      
                       Contamos com sua presença!
                       Convide seus amigos e familiares!
                       Avise no seu twitter, blog, etc."


                                               Comitê Contra a Anistia aos Torturadores

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.