17/08/2010

E agora José (ou Zé)?

Pesquisas do Datafolha e IBOPE tardiamente revelam o que qualquer homem de bom senso político já sabia: a inconsistência da candidatura de Serra. Mesmo com todo o esforço midiático, os tucanos não decolam, ao contrário, afundam cada vez mais. 

Vivemos um período novo e importante nesse país. Movimento midiático semelhante na década de 80 foi capaz de eleger Collor. Na década de 90 rendeu duas eleições para FHC. No século 21, esse esforço da velha mídia parece não mais funcionar, como foi em 2002, 2006 e novamente em 2010. Algo importante parece ter mudado.

A campanha presidencial começou mesmo no ano passado, com muitas denúncias vazias, dossiês, acusações e afins. A mídia continua tentando plantar o medo na população, mas tudo parece ser em vão. O que se pode esperar? Sujeiras ainda piores até outubro. E o debate político, e os projetos para o futuro do Brasil? Ainda não vi nada de sólido. Os candidatos políticos se tratam como se fossem participantes do Big Brother, fazendo acusações bestas e vazias, como fosse um folhetim mal escrito por jornalistas estrelinhas de salários milionários.

Nunca, antes, na história desse país, a situação teve uma oposição tão patétitca como essa, com o apoio interessado, mas também patético, da mídia oligarca. Prova disso é o jingle de campanha de José Serra e da mídia do Millenium.
Nos últimos sete anos e meio, a oposição - e sua imprensa – referiu-se ao Lula como ignorante, analfabeto, bêbado, estuprador de meninos, mentiroso, ladrão e assassino. Hoje, faltando dois meses para a eleição, Lula ocupa o primeiro verso do jingle do candidato desta mesma oposição. "Era brincadeirinha, nós também adoramos o Lula! Apedeuta era elogio, quer dizer 'fofinho'!" - Jorge Furtado.
Agora, derrotados, querem convencer o eleitor brasileiro de que a continuidade do governo Lula não está na candidata indicada por seu governo, mas sim em José Serra. Para que o marketing demotucano funcionasse, seria necessário contarmos com 190 milhões de imbecis descerebrados na população brasileira. O desespero da oposição é realmente gritante. Como combater um operário com quase 80% de aprovação no Brasil, mais reconhecimento e fama internacional? Estão tentando transformar José Serra em Zé, um homem do povo, como se fosse um operário. Veja com seus próprios olhos o jingle serrista.

Quando Lula da Silva sair
É o Zé que eu quero lá
Com Zé Serra eu sei que anda
É o Zé que eu quero lá
José Serra é um brasileiro
Tão guerreiro quanto eu
É um Zé que batalhou
Estudou, foi à luta e venceu
Zé é bom e eu já conheço
Eu já sei quem ele é
Pro Brasil seguir em frente
Sai o Silva e entra o Zé
José Serra foi Ministro
Deputado e Senador
Esse Zé já foi Prefeito
Zé já foi Governador
Tá testado e aprovado
Por tudo que ele já fez
Sempre teve do meu lado
Eu quero Zé Serra dessa vez
(refrão)
Quando Lula da Silva sair
É o Zé que eu quero lá
Agora é Serra Presidente do Brasil
http://joseserra.psdb.org.br/jingle-da-campanha 

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.