Ensaio sobre a "guerra carioca"

Durante esta semana caótica no Rio de Janeiro, Globo e Record fizeram transmissões ao vivo de toda a operação da polícia militar e BOPE. ...

Durante esta semana caótica no Rio de Janeiro, Globo e Record fizeram transmissões ao vivo de toda a operação da polícia militar e BOPE. Com isso conseguiram auxiliar os traficantes refugiados na Vila Cruzeiro, pois escaparam todos para o Complexo do Alemão. Como meio de se redimir perante a opinião pública, a Globo, através do seu Jornal Nacional, adjetivou a operação da polícia carioca como sendo um "sucesso". Mas não foi, por responsabilidade da própria Globo e da Record.


Pelo que ouvi falar (e essa informação não pode ser considerada um fato, por não ter sido confirmada), o BOPE pretendia prender ou matar os tais 200 bandidos na Vila Cruzeiro mesmo. Não conseguiram, pois não fariam uma carnificina ao vivo para o mundo todo assistir. A política de extermínio só funciona quando ninguém vê. 

Salvo engano, o Complexo do Alemão compreende 17 comunidades (favelas) e tem cerca de 400 mil moradores, ou seja, uma população maior do que muitas cidades do Brasil. Toda essa gente, ou melhor, essa parcela de 99% de pessoas inocentes que tem a única culpa (?) de ser pobre, agora se encontra encurralada sofrendo abusos de traficantes e policiais.

O SBT conseguiu imagens exclusivas de PM's batendo com os fuzis nos moradores da Vila Cruzeiro. Não me lembro de ter visto essa imagem na Globo ou na Record. Agora, instalada (goela abaixo) a lógica da guerra, mesmo que isso não seja uma guerra, a classe média já aceita numa boa que para se ter paz no Rio, terá que se ter algumas perdas. Essa é uma das linhas de pensamento que alimentam a guerra: em nome de um bem maior, pode-se ter a morte de alguns inocentes e pasmem: inocentes já morreram durante esta semana.

Agora, pouco a pouco, a mídia vai colocando no ar pequenas notícias para sustentar a lógica da guerra e o adjetivo "sucesso". Os relatos de moradores dessas comunidades que tiveram suas casas invadidas por policiais, por exemplo, não faz parte do "sucesso", entra apenas como um infortúnio da guerra, que não é guerra, e como se trata de personagens carentes que jamais saberão cobrar seus direitos civis perante um Estado que usa uma política de extermínio, então vai... dane-se...

Do outro lado da cidade, lá na zona sul, alguns empresários começam a se preocupar com a perda dos lucros. Mas não tem problema, basta um telefonema, talvez dois ou três, que também criamos a lógica do "turismo não será afetado, venham para o Rio".


Pronto, agora sim. Pode-se matar tranquilamente num Estado que não tem pena de morte e ainda contar com uma espécie de apoio popular. E mais, manteremos acesa a luz do turismo, da Cidade Maravilhosa, do samba, das mulheres gostosas, da cerveja e das drogas (afinal, os turistas gostam).

Provavelmente haverá uma espécie de genocídio no Complexo do Alemão, mas estas cenas do filme chamado de "Tropa de Elite 3" nós nunca veremos. São cenas sempre cortadas na edição de nossa história. Assim como no período da ditadura militar, as cenas de tortura e opressão foram reconstruídas apenas por meio de relatos das vítimas, acontece e acontecerá no Rio de Janeiro.

Nesse exato momento, sábado, dia 27/11, tudo o que se sabe é: 

- o cerco ao Complexo do Alemão ainda está vigente; 

- cerca de 400 mil moradores inocentes já fazem parte da lógica de uma guerra que não é guerra; 

- toda a população que bradou fortemente pela vida e contra o aborto no 2º turno agora está cagando para a vida dos moradores de comunidades e engrossa o coro do "mata, mata, mata".

- essa mesma população brasileira parece só se importar com a vida no útero materno, mas com a menina de 15 anos, por exemplo, morta por bala perdida nessa semana? Bem, deve fazer parte da lógica de uma guerra que não é guerra.

- tanto a mídia como o povo fazem questão de desentender o que seria uma guerra. Segundo o dicionário Priberam: " Inimizade declarada e luta à mão armada entre nações ou partidos". Nós, no Rio de Janeiro, não vivemos uma luta armada entre nações ou partidos. Vivemos apenas as consequências de um Estado corrupto, com policiais corruptos, instituições corruptas, políticos corruptos e cidadãos corruptos. Mas se encarar diante do espelho e resolver seus próprios problemas não interessa a ninguém. É mais fácil gritar "mata, mata, mata".

- nas comunidades que possuem as tais UPP's ainda existe a venda de drogas. Mas, alguém dirá, a UPP é pra combater a violência. Pois bem, então para que servem as tais PPC's (Posto de Policiamento Comunitário) que já existe nas comunidades (favelas)? Não tinham sido criados para isso também?

- parte da polícia do Rio de Janeiro é corrupta. Isso é um problema, pois muitos deles vendem armas para os traficantes. Pergunto: qual filtragem foi feita para esses policiais nas UPP's? Ou será verdade que a capital carioca não tem efetivo suficiente para manter as UPP's, muito menos para expandir?

- a prefeitura montou abrigos para os moradores que não puderam entrar na comunidade que moram. E para os infelizes que se encontram presos lá dentro? Sobrará o quê?

- faz meses que interceptaram cartas com ordens dos traficantes presos em Catanduvas para se instalar o caos no Rio. Por que só agora a inteligência da polícia resolveu prender os parentes desses traficantes?

- as prisões de todo o país estão superlotadas, isso é fato. Nosso Estado Brasileiro só consegue punir cerca de 5% dos crimes no país. Isso é outro fato. Pergunto: que tipo de paz você espera ou clama?

COMMENTS

BLOGGER
Nome

Anna Poulain,5,Apoemático,19,APPs,15,Arte,3,Arte Digital,17,Artigos próprios,105,Artigos reproduzidos,286,Biografias,1,Cinema,7,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,7,Cultura,14,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,7,Diálogos,1,Diego Pignones,42,Digital,1,Documentários,119,Educar,23,Ensaios,14,Entrevistas,40,featured,4,Fotografia,42,Games,3,HQ,15,In Memoriam,2,Informe,1,Jornais,25,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,25,Literatura,31,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1298,Música,81,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,57,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,15,Poesia,39,Política Carioca,135,Política Internacional,335,Política Nacional,1003,Q tem pra V,43,Rádio/TV,27,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,18,Teatro,20,Tetraplégicos Unidos,10,Tirinhas,4,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,9,Vídeos,37,Web,44,
ltr
item
COMUNICA TUDO: Ensaio sobre a "guerra carioca"
Ensaio sobre a "guerra carioca"
http://2.bp.blogspot.com/_qYymnl5MhNU/TPENN03ry2I/AAAAAAAABtE/JvorqAAtF3w/s320/198938614.gif
http://2.bp.blogspot.com/_qYymnl5MhNU/TPENN03ry2I/AAAAAAAABtE/JvorqAAtF3w/s72-c/198938614.gif
COMUNICA TUDO
http://www.marcelodamico.com/2010/11/ensaio-sobre-guerra-carioca.html
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/2010/11/ensaio-sobre-guerra-carioca.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy