19/11/2010

Miserável vira carente endividado na desculpa de Prates

Formado em Psicologia, proprietário de um pensamento conservador que ainda encontra eco no país, comentarista num jornal televisivo de Santa Catarina, Luiz Carlos Prates ganhou fama. Fama? Sim, como qualquer coisa que se torne superficialmente conhecida da população.
 
Prates causou polêmica ao expor seu pensamento (carente ou miserável) sobre a população brasileira. O vídeo está no link abaixo:
Depois, diante da polêmica, alguém deve ter sugerido algo como um pedido de desculpas. Então, Prates protagonizou um outro discurso, não como um pedido de desculpas, mas como uma explicação (carente ou miserável) sobre seus argumentos conservadores e ofensivos.
No primeiro vídeo, Prates culpa a população pobre pelos acidentes no trânsito e a esta parte da sociedade chama de miserável. No segundo vídeo transforma o miserável em carente e ainda diz que todo mundo deseja, mas nem todo mundo necessita, ou seja, todos desejam um carro, porém, nem todos precisam de um carro. Bem, isso segundo a filosofia (carente ou miserável) de Luiz Carlos Prates que aponta, agora, as dívidas como um problema social. Espero que o Grupo RBS, no qual Prates trabalha, não tenha muitas dívidas. Ou será que tem?

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.