28/04/2011

Ajude um repórter: site brasileiro encontra fontes para jornalistas

Para ajudar os jornalistas a fugirem dos mesmos entrevistados e conseguirem agilidade, o Relações Públicas Gustavo Carneiro, 27, criou o site Ajude um Repórter, que reúne fontes e jornalistas em uma rede. Basta o repórter se cadastrar e informar que tipo de entrevistado procura. Os pedidos de fontes podem ser feitos pelo site ou pelo Twitter.

O site é acompanhado por 13.215 pessoas no microblog e 887 no Facebook. O serviço já é procurado por repórteres do Agora, BandNews, CBN, Correio Braziliense, Diário de SP, Folha de São Paulo, Globo, GNT, iG, Jornal A Tarde, Jornal da Tarde, Rede TV, SBT, Terra, Band, TV Record News, VEJA, entre outros.

Gustavo pesquisou iniciativas desse tipo nos Estados Unidos e trouxe o formato para o Brasil. “A ideia já era criar uma plataforma social para essa interação de fontes e repórteres, mas para não perder tempo criei o perfil no Twitter no dia 5/3/2010. As buscas por fontes no twitter já aconteciam, o que eu fiz foi centralizar isso em um só perfil. Com o tempo, as pessoas identificaram o valor disso e começaram a seguir e indicar aos outros”, conta.

O RP agora procura recursos para incrementar o site com novas funcionalidades. “O maior investimento até hoje foi de tempo, já que esse trabalho nunca gerou qualquer tipo de renda. Já para a plataforma social que será lançada, essa sim consumirá algumas dezenas de milhares de reais. Parte dos recursos foi conseguida com uma campanha de crowdfunding pelo site Catarse, que é uma plataforma para financiamento colaborativo. Mais de 180 pessoas contribuíram”.

Com mais investimento, Gustavo pretende integrar mais os jornalistas e as fontes e tornar o site mensurável e sustentável. “Existirão vantagens tanto para as fontes quanto para os repórteres. Uma delas é que vamos enviar os pedidos do dia compilados em um email, em algumas edições diárias. Não precisaremos mais divulgar o email profissional e isso vai representar muito menos SPAM na caixa de entrada. Entre outras funcionalidades, estamos pensando em um banco de dados profissionais e também um sistema de feedback para facilitar a interação do jornalista após a publicação de conteúdos”, conclui.

As procuras também são divulgadas no Twitter. Veja alguns pedidos:
O @vanderabreu procura profissional de RH de construtora ou empresa do ramo p/ falar s/ atração de mão de obra. Revista #SP
karina.trevizan@grupoestado.com.br procura canhoto p/ contar onde compra utensílios especiais. Jornal #SP
A @rachelcastro procura casal jovem do #DF q vá se casar agora no dia 29 de abril. P/ TV, Brasília #DF
A @brunabessi procura alguém q tenha feito faculdade ou curso técnico por exigência do emprego. P/ Portal iG #BR #urgente
A @julicinderela procura brasileiros na Argentina p/ comentar pesquisa q diz q brasileiro é + desconfiado q argentino. Skype. Rede Minas
A @thaispassuncao procura uma piloto de avião. Precisa ser mulher. P/ revista #DF (thaisassuncao@gmail.com)

Uma palhinha do Ajude um Repórter from Gustavo Carneiro on Vimeo.

(Publicado no Portal Comunique-se)

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.