Humor ressentido e mediano de Rafinha Bastos

Num primeiro momento, não iria publicar nenhuma postagem sobre a piada de Rafinha Bastos. Considerei que nos blogs e twitter já se tinha dad...

Num primeiro momento, não iria publicar nenhuma postagem sobre a piada de Rafinha Bastos. Considerei que nos blogs e twitter já se tinha dado o debate necessário sobre o caso. Mas ao ler esse texto, mudei de ideia e resolvi publicar. Irretocável do início ao fim.

Título original: 'Humor' de Rafinha Bastos é a alegria dos ressentidos
Publicado no Blog do Mello

O revoltado, a alguns passos do revolucionário, quer transformar, mudar às vezes radicalmente. O ressentido não. Ele só quer destruir, se vingar, age negativamente contra si ou, mais comumente, contra os outros (de um existencialista a outro, pulo de Camus a Sartre: "o inferno é o outro").

Os outros são os deficientes físicos, os negros, índios, escravos... Os outros são as mulheres, os homossexuais, os pobres...

Sentindo que fracassaram na vida, que gente que consideram medíocre está sendo beneficiada, vangloriada, e ele não, o ressentido age para destruir essas pessoas, às vezes fisicamente, em geral apenas por palavras, piadas, humor...

Gente como Rafinha Bastos é uma válvula de escape para eles. Reportagem da revista Rolling Stones de maio publica que para Rafinha mulher feia não tem que reclamar se é estuprada:
"Tá reclamando do quê? Deveria dar graças a Deus. Isso pra você não foi um crime, e sim uma oportunidade."

Prossegue a reportagem:
Seus textos versam geralmente sobre preconceitos e termos politicamente incorretos. Durante os poucos minutos de suas apresentações, é possível passear por um rosário de sacanagens em cima de gordos, carecas, deficientes, cidadãos de Rondônia, judeus, golfinhos e pagodeiros. "A minha comédia não é feita pra todo mundo, véio. E eu não quero que seja. Até agora eu cheguei assim. Eu não preciso popularizar a minha comédia", ele fala, após um gole de refrigerante.

Há uma classe média ressentida no Brasil. Esse ressentimento se intensificou durante o governo Lula que passou a ser percebido como um governo que acolhe todos aqueles com quem eles, os ressentidos, não se identificam.

Aí está a raiz desse humor agressivo, preconceituoso, cada vez mais excludente. Um humor que tem alvo definido: os fodidos (e fodidos são todos aqueles que eles julgam inferiores social, cultural, sexual, etnograficamente).

Rafinha Bastos é mais um a se utilizar disso, Está faturando muito. Inclusive fazendo piada com o próprio filho ("trechos que falavam sobre como cumprimentar gente que não tem os braços, o que dizer para uma mulher virgem com câncer, e por que, depois que teve um filho, Rafinha passou a defender o aborto" [Fonte: a mesma reportagem]).

Rafinha Bastos está ganhando. Mas vai perder mais adiante, e seu humor será uma diversão anacrônica como os gladiadores entregues aos leões, os deficientes que eram atração em circos da Idade Média, a Farra do Boi, as rinhas de galo, o Casseta & Planeta, que apelou para isso e perdeu.

A agressão ao outro (via porrada mesmo ou humor) traz uma satisfação momentânea e ilusória como uma carreira de cocaína. Mas cobra a conta, com tristeza e degradação. Quanto mais cedo Rafinha Bastos e seu público saírem dessa, melhor pra eles - e pra nós.

Termino com um poema de Vielimir Khlébnikov:

ENCANTAÇÃO PELO RISO

Ride, ridentes!
Derride, derridentes!
Risonhai aos risos, rimente risandai!
Derride sorrimente!
Risos sobrerrisos - risadas de sorrideiros risores!
Hílare esrir, risos de sobrerridores riseiros!
Sorrisonhos, risonhos,
Sorride, ridiculai, risando, risantes,
Hilariando, riando,
Ride, ridentes!
Derride, derridentes!

Tradução de Haroldo de Campos

COMMENTS

BLOGGER
Nome

Anna Poulain,5,Apoemático,19,APPs,15,Arte,5,Arte Digital,17,Artigos próprios,105,Artigos reproduzidos,286,Biografias,1,Cinema,9,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,7,Cultura,14,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,9,Diálogos,1,Diego Pignones,44,Digital,1,Documentários,121,Educar,24,Ensaios,14,Entrevistas,41,Fabio Nogueira,6,featured,4,Fotografia,42,Games,3,HQ,16,In Memoriam,2,Informe,1,Jornais,25,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,25,Literatura,31,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1300,Música,86,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,57,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,16,Poesia,39,Política Carioca,135,Política Internacional,335,Política Nacional,1005,Q tem pra V,55,Rádio/TV,28,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,19,Teatro,21,Tetraplégicos Unidos,10,Tirinhas,4,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,12,Vídeos,42,Web,45,
ltr
item
COMUNICA TUDO: Humor ressentido e mediano de Rafinha Bastos
Humor ressentido e mediano de Rafinha Bastos
COMUNICA TUDO
http://www.marcelodamico.com/2011/05/humor-ressentido-e-mediano-de-rafinha.html
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/2011/05/humor-ressentido-e-mediano-de-rafinha.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy