22/10/2011

Copa do Mundo 2014... Soy contra


Antes de tudo, sou contra e sempre fui contra, pela lógica. Eu sempre soube que o Brasil deveria se submeter ao ‘protocolo FIFA’. O Brasil possui leis federais, estaduais e municipais que deverão ser esquecidas durante os eventos. 

Escrito por: Diego Pignones, publicitário e pesquisador em Comunicação Social. Twitter: @diegopignones Tumblr: http://lavalanga.tumblr.com/

Por exemplo, antes do começo deve ser executado o hino nacional (no RS também deve ser executado o Hino Rio-Grandense), será que o ‘Protocolo FIFA’ será reformulado para contemplar nossos hinos?

- Não, nem a pau. Só se der grana.

A Copa do Mundo possui diversas cotas de patrocínio em vários níveis, sendo uma cota âncora destinada à cerveja. E a nossa lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas nos estádios?

- Temporariamente ela vai pro saco. Porque dá grana.

Temos direitos adquiridos para contemplar determinadas camadas da sociedade e conquistas históricas como o Código de Defesa do Consumidor e o Estatuto do Torcedor. No entanto, em participação no programa Arena SporTv, o ministro dos esportes Orlando Silva revelou que a FIFA solicitou que o Estatuto do Idoso, o Estatuto do Torcedor e o Código de Defesa do Consumidor fossem suspensos. A FIFA quer ter liberdade irrestrita para decidir o preço dos ingressos, não colocar a disposição as meias entradas para idosos e estudantes e não indenizar consumidores por eventos cancelados.
- Porque não dá grana.

Contudo, reconheço o ‘legado’ que uma Olimpíada deixa para uma cidade e, no caso da Copa do Mundo, esse legado se amplia pelo país. Sim, revitaliza áreas degradadas, melhora um pouco a mobilidade urbana, melhoram as ruas, as estradas, aeroportos, estruturas de saúde, e entre tantos outros argumentos. 

Mas será que devemos arcar com altos custos, cujo lucro resultante será dividido por poucos que, além disso, acabam com nossa soberania e nossas leis? Deixar que entidades (empresas) com conexões e relações escusas mandem e desmandem nas mesas de negociações? 

Apesar do esforço da presidenta Dilma e do governo federal de frear as ‘aspirações’ da CBF e FIFA, essa Copa será muito rentável para os donos dela. Embora, eu ache que não conseguiremos pagar as contas em curto prazo só com turismo e vendendo quinquilharias, suvenires, com a rede hoteleira, gastronômica, etc. 

E os direitos de transmissão? Será mais uma peleia feia. Talvez mais feia que todo esse caso envolvendo o ministro Orlando Silva, dono da cadeira mais cobiçada por encabeçar a Copa e os Jogos Olímpicos. Ao mesmo tempo em que desperta a cobiça, desperta a ira de muitos por estar na mão do PCdoB. Partido que ainda sofre com os argumentos da oposição, alicerçados em resquícios da Ditadura Militar. 

Um evento mundial organizado em cima de ameaças, matérias jornalísticas nefastas e rabos presos, expõem que muitos querem a volta da culocracia (regime pseudodemocrático onde se governa com o rabo, se privatiza até a mãe e acatam-se todas as ordens estrangeiras). 

E no meio disso tudo está o ‘futebol moderno’. 

O futebol moderno virou um fenômeno interessante de analisar, porque o time ou seleção dentro da cancha é só paixão nas arquibancadas. Mas, fora de campo, o torcedor reclama e condena a politicagem, a corrupção, escândalos (seja em Federações ou Confederações) e o alto preço dos ingressos. 

Há muito o futebol deixou de ser um esporte de massa.


Portanto, Copa... Soy contra e sou Contra o Futebol Moderno.

Anotação na Margem:

- O Contra o Futebol Moderno é um movimento espontâneo surgido nas arquibancadas da Europa. Mais um exemplo da mescla entre futebol e política em território europeu. http://www.youtube.com/watch?v=UG-kuI0pcCM ;

- Retomo o insight de curiosidade que tive em ‘A Ley de Medios, sem média’: Uma vez que o Supremo Tribunal Federal (STF) acabou com a obrigatoriedade do Diploma Superior para jornalistas e ocorrerão no Brasil a Copa do Mundo de Futebol 2014 e os Jogos Olímpicos, quais serão os critérios para o credenciamento de imprensa nestes eventos? 

- Faça um favor a si mesmo, não assista a Copa com Galvão;

- Acredito que o Brasil será compensado com o caneco em virtude de ter perdido a Copa de 1950. Por isso, soy celeste!


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.