14/11/2011

Aristóteles em Macondo - Atilio Boron lança livro

Editora Pão e Rosas:

Aristóteles em Macondo - reflexões sobre poder, democracia e revolução na América Latina.

O livro é uma auspiciosa contribuição para a revitalização do debate sobre a teoria da revolução na América Latina. Escrito pelo cientista social argentino Atilio Boron, um dos expoentes do pensamento crítico contemporâneo, o livro problematiza os desafios que devem ser enfrentados pelo movimento socialista para vencer um padrão de dominação que impede a emergência da classe explorada como sujeito histórico capaz de romper o círculo vicioso das desigualdades extremas e do colonialismo.


Utilizando linguagem franca e direta, há muito banida da vida acadêmica, Boron passa a limpo a história latino-americana recente. Apoiando-se em fatos concretos, desnuda o caráter perverso dos regimes democráticos no continente. Sua análise é devastadora. A democracia realmente existente funciona como uma fortaleza da plutocracia. Ao negar a legitimidade do conflito como meio legítimo de conquista de direitos coletivos, o “capitalismo democrático” torna-se um regime hermético aos interesses do povo.

Sem se esquivar de assuntos controvertidos, Boron não se intimida diante das difíceis questões que polarizam o debate sobre os dilemas da revolução na América Latina. Contrapondo-se ao pensamento enquadrado nos ditames do “fim da história”, ele reafirma a importância de noções como luta de classes, imperialismo e revolução para a compreensão da realidade e de suas virtualidades criativas.

Para o público brasileiro, tão carente de intelectuais capazes de levar a crítica à raiz dos problemas, Aristóteles em Macondo é uma oportunidade ímpar para compreender por que os partidos políticos que tinham compromisso com a mudança se acomodaram nos parâmetros do status quo, deixando um “sabor amargo” em todos que acalentavam a ilusão de que a esperança poderia vencer o medo...

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.