18/12/2011

Belo Monte: salvem os sutiãs

Leia mais sobre essa foto clicando aqui
Antes de deixar o leitor livre com o texto do meu amigo Diego, gostaria de colocar alguns dados para você pensar:


1 - Os Jogos Pan-Americanos de 2007 custariam R$ 390 milhões. Em 2009, quando foram tornados públicos os dados relativos a organização, descobriu-se um custo final de R$ 3,5 bilhões - Carta Maior.
2 - O custo inicial, quando o Rio de Janeiro ainda era uma cidade-candidata, para a realização das Olimpíadas era de R$ 30 bilhões. Só a Copa do Mundo (item 3), já superou essa previsão das Olimpíadas em quase 4 vezes. O custo final mesmo, provavelmente só conheceremos em 2017.
3 - A Abdib (Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base), que tem acordo de cooperação técnica com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e o Ministério do Esporte, estima em R$ 112 bilhões o custo total do Mundial - Folha.com
4 - Neste fim de ano, a Câmara do Rio aprovou orçamento para realização de um debate com duração de dois dias. Custo do debate? R$ 100 mil. Total dos gastos aprovados? R$ 1,95 milhões. Quem recebeu todo o resto do dinheiro? A Infoglobo, empresa integrante da oligarquia da Rede Globo, que cuida de publicidade.
5 - Congressistas globais (blindados pela Rede Globo) receberam milhões em doações durante a campanha eleitoral. Caso claro de lobby silenciado pela mídia. As empresas também são protegidas globais. O que está em jogo? O Código Florestal.
6 - Até 2017 teremos a construção de 28 usinas: 15 na Bacia do Amazonas e 13 gigantes na Bacia do Tocantins-Araguaia (sendo uma delas a de Belo Monte).


INFELIZMENTE, nenhum dos itens acima parece interessar aos atores-ativistas-globais. Isso porque nem citei o Museu do Amanhã (que tomou verbas contra enchente), a pensão vitalícia da Maitê (ética só para os outros) e muitos outros dados que envolvem a Globo, os atores, a política, as verbas, os acordos, etc. Como disse minha amiga @DeniseSQ - "onde se ganha o pão"...

Texto escrito por Diego Pignones

Estava ainda calado sobre essa masturbação mental que se tornou a usina de Belo Monte. A quem comprou o discurso das ONG’s e dos atores ‘globais’, meus parabéns, passe no PROCON porque você foi lesado. Mas, se você quer servir aos interesses americanos e que tenha um novo apagão no Brasil, OK my friend. First exercise your english.

Porém, o que não entendo é a participação política (dita) de esquerda contra esse projeto e, portanto, a favor do apagão e dos ianques.

Pensando bem, não quero mais entender. Política partidária é uma m@#%erda mesmo.

O Movimento Gota D’Água (que não tem um pingo de vergonha) foi uma tentativa descarada de colocar brasileiro contra brasileiro. Ou seja, aumentar a divisão da população que vem desde as eleições presidenciais 2010.

E para ter uma aparente credibilidade, o Gota D’Água recrutou atores globais (nenhum ‘universal’ ou ‘recordista’), sacou? Ou quer que eu desenhe? Até o Wikileaks já desvendou as relações da Globo com os EEUU.

A credibilidade é superficial e o texto é rasteiro.

- Desmatar uma área muito maior para colocar cataventos barulhentos, pode Arnaldo?

- Pode, segundo o Gota D’Água, pode. Poluição sonora e visual, não é poluição. A regra é clara.

Os sutiãs não estão entrando em extinção?

A coisa toda não é bem assim.

Encontrei um vídeo com fatos, números e com referências:

 

E o debate prossegue.

A patrulha também.

Salvem os sutiãs, é um ser à beira da extinção.

Em horas como esta, concordo com o cartunista Adão Iturrusgarai: “Uma fonte de energia pouco explorada, que reúne energia eólica e gás: PEIDO.”

Portanto, antes que algum eco-chato-global-fiscal-de-toba-alheio censure... peide feliz.

Anotação na Margem:

- Os relatórios da ABIN foram copiados com uma cara-de-pau do Conversa Afiada em: http://www.conversaafiada.com.br/politica/2011/07/05/abin-identifica-as-ongs-estrangeiras-que-boicotam-belo-monte/ ;



- “Marcha do Tira a Roupa” das Velhas Virgens, recomendo!

- Enquanto no Brasil faltava luz pelas mãos do príncipe dos sociólogos, o RS era auto-suficiente. A responsável por isso foi Dilma enquanto Secretária Estadual de Minas e Energias;

- Pelo uso racional da água, apoie o Toque no Seco:


- Já que existe um sutiã a menos no mundo, qual será a peça de roupa a cair depois de “A Privataria Tucana?

- Texto escrito ao som de Tequila Baby.

               Diego Pignones
Publicitário e pesquisador em Comunicação Social.
Twitter: @diegopignones




8 comentários:

  1. Bem, se vocês perdem tempo escrevendo um texto sobre o assunto é porque se interessam mesmo pelo tema. Já que você(s) não curtem atores da Globo, e preferem os da Igreja Universal, envio alguns outros vídeos sobre Belo Monte, uma entrevista de um ex-assessor da Dilma e também um documento elaborado por um monte de Doutores que realmente entendem do assunto pra deixar vocês um pouquinho mais bem informados sobre o assunto, ok?!
    Pega aí:
    http://www.youtube.com/watch?v=xnitmB22JtQ

    http://www.youtube.com/watch?v=E8-ARMhdJwM

    http://www.youtube.com/watch?v=kp5dwON3q4o

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=j0C0yYlwo90

    http://www.youtube.com/watch?v=qBmaDAS75y8&feature=related

    http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/noticia/2011/10/belo-monte-nosso-dinheiro-e-o-bigode-do-sarney.html

    http://www.socioambiental.org/banco_imagens/pdfs/Belo_Monte_Painel_especialistas_EIA.pdf

    Façam bom proveito.

    ResponderExcluir
  2. Bem. Se você e seu amigos perderam tempo procurando esses dados e tal, deve ser porque realmente se interessam pelo assunto. Dessa forma, já que vocês não gostam dos atores da Globo (eu também não gosto, achei o vídeo superficial demais), talvez queiram vem mais alguns vídeos, ler uma entrevista do Clélio Bermann ex-assessor da Dilma) e um documento feito por um monte de doutores em várias áreas que realmente intendem do assunto pra poder formar uma opinião.
    Espero que aceitem esse comentário, assim vocês disponibilizarão os links com seus leitores também.
    Segue os links:
    http://www.youtube.com/watch?v=xnitmB22JtQ

    http://www.youtube.com/watch?v=E8-ARMhdJwM

    http://www.youtube.com/watch?v=kp5dwON3q4o

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=j0C0yYlwo90

    http://www.youtube.com/watch?v=qBmaDAS75y8&feature=related

    http://www.youtube.com/watch?v=1pNHd158FsM

    http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/noticia/2011/10/belo-monte-nosso-dinheiro-e-o-bigode-do-sarney.html

    http://www.socioambiental.org/banco_imagens/pdfs/Belo_Monte_Painel_especialistas_EIA.pdf

    ResponderExcluir
  3. Cara Livia,
    Em nenhum lugar dos dois textos há qualquer descrição sobre preferência desse ou daquele grupo de atores. A interpretação pessoal e subjetiva fica por sua conta, mas ainda prefiro a objetividade. No mais, agradeço pela postagem dos links com os vídeos, mas já os tinha visto antes mesmo de escrever qualquer palavra nessa postagem. Abraços e volte sempre.

    ResponderExcluir
  4. Cara Livia Suelen, repondendo ao seu segundo comentário:
    Não sei qual a sua profissão, mas eu, enquanto jornalista, não vejo a busca por dados como tempo perdido, e sim como atividade fundamental do jornalismo. Ainda falando sobre jornalismo, ouvir todos os lados envolvidos numa questão, também faz parte do jornalismo. Por isso digo e repito, já havia visto os links que você disponibilizou. E sim, reforçando o caráter democrático e dialógico deste blog, seus comentários estão publicados, assim como todo e qualquer comentário feito neste blog.
    Se você acha o vídeo superficial de mais (dos atores globais), então concordamos em algo. Mas uma pergunta importante que temos a fazer talvez seja: quais interesses que se movem por trás desses movimentos, seja por trás dos atores, das empresas envolvidas ou dos partidos políticos.
    Intriga-me muito, como coloquei no texto, que das 28 usinas em construção no país, apenas Belo Monte seja alvo de críticas ferrenhas. Não, além dela tem mais uma, certo? Mas as outras 26 estão tudo ok? Ou elegeram Belo Monte pra fazer politicagem fisiologista?
    A construção de usinas hidrelétricas sempre trouxe graves problemas para as populações do entorno, não é novidade, mas porque só Belo Monte apresenta problemas agora? Tenho a nítida impressão de que se opera neste momento uma estratégia do marketing de expressão, e tem dado resultado, enquanto expressão emocional. Porém, creio que o debate em si está muito enviesado, desproporcional e manipulado pelos dois lados.
    Faça um bom proveito também. Até breve.

    ResponderExcluir
  5. Olá Livia,

    Como disse o M.A.D, o processo por busca de dados para montar um argumento, não pode (e nem deve ser considerado) tempo perdido.

    Porque assim começa a manipulação da informação.

    Quanto a 'formação de opinião' ela se dá através de argumentos, fatos e dados previamente coletados.

    Agora a grande coincidência sobre Belo Monte, é que ela dividiu ativistas virtuais, blogueiros e brasileiros, durante período de exigência de Lei de Regulamentação da Mídia, democratização dos meios e do lançamento do livro "A Privataria Tucana". Além disso, outras usinas estão sendo construídas e não são alvos de protestos.

    O crime recente em Amambaí contra nativos, não agregou brasileiros (atores ou não) vociferantes contra a situação dos povos indígenas.

    Quanto aos links eu já os assisti e acabo de assistí-los novamente. gradeço por postá-los para fomentar o debate.

    Quanto ao meu gosto pelos trabalhadores da teledramaturgia, em momento algum expressei preferência por este ou aquele canal. Até porque, não acrescenta em nada ao tema. Apenas destaquei para o fato de um movimento, dito plural e democrático, congregar apenas um canal.

    Deste debate virtual, serve como experiência democrática. Pois concordamos com a superficialidade do texto.

    Fraterno abraço e volte sempre a este espaço democrático.

    ResponderExcluir
  6. Sabemos bem dessas outras tantas usinas (na verdade, são mais de 100 outras) e estamos lutando contra todas elas. Belo Monte é um símbolo. Por ser a maior dentre todas, a que traria mais impactos ambientais. Sou jornalista também e por isso sei bem da verificação dos fatos, os argumentos contra e os prós. Eu escolhi o meu lado. Adentrei no Xingu Vivo, participo de todas as ações que posso, pois acredito piamente no quanto esse usina pode ser maléfica (essa e as outras).
    Belo Monte é símbolo por ser resquício da ditadura, por ser um símbolo de autoritarismo e por estar sendo construída na cara de pau, mesmo com ações do ministério público contra, mesmo com o EIA-RIMA contra (e olha que ele foi bastante omisso), com a maioria dos estudiosos brasileiros todos contra (de todas as áreas de atuação). Ou seja, Belo Monte não é só uma usina, para mim ela é símbolo de pra onde está indo a nossa democracia. A lei do "quem paga mais" novamente imperando, e agora, descaradamente.

    ResponderExcluir
  7. Cara Lívia Suelen, fiquei confuso porque em seu blogue você se apresenta como publicitária e agora se diz jornalista. De certo modo, Wiliam Bonner se encontra na mesma situação e não é problema. Enfim, que Belo Monte se tornou um símbolo e alvo de politicagem barata, isso eu já sabia. que as outras 27 usinas em construção até 2017 não interessam muito aos partidos políticos que desejam o poder, também já havia percebido.
    Respeito-lhe e admiro-lhe porque você disse que escolhei seu lado. Eu, particularmente, escolhi o lado do debate equilibrado, o que não vejo acontecer com Belo Monte, que se tornou alvo de um fisiologismo barato e descompensado por grande parte das pessoas que se dizem ativistas em defesa dos direitos humanos.
    Não entendo, e nunca entenderei, como pseudo-ativistas a favor dos direitos humanos podem ofender as pessoas, mentir, manipular dados, etc. Se vale tudo para "defender direitos humanos", então na verdade, o que lhes interessa é outra coisa. Eu não quero viver numa sociedade politiqueira e fisiologista, que elege alvos de interesse para dinamitar, como se fosse ele um símbolo da maldade do resquício da ditadura. Quero uma sociedade justa pra todos. Equilibrada pra todos. Sem politicagem barata. Sem fisiologismo barato.
    Se formos acabar com os resquícios da Ditadura, só porque são resquícios da ditadura, vamos dinamitar a ponte Rio-Niterói, vamos explodir a Globo e todos os seus funcionários, Escolas Militares e assim por diante. Este é seu projeto de sociedade?

    ResponderExcluir
  8. Bem, pelo que sei sobre o vídeo da Gota D'agua é mais ou menos assim: o Sergio Marone faz parte do Xingu Vivo desde 2010. Ele teve a ideia de recrutar alguns de seus amigos famosos por ter mais apelo midiático. Ele escreveu o texto e dirigiu o vídeo. Em nenhum momento, o movimento vinculou-se à Globo, tanto que o Victor Fasano é ator da Record e não mais da Globo.

    A discussão não é nova, ao contrário. Apenas tomou mais visibilidade agora depois do vídeo do Marone.

    Só pra mostrar que a luta não é só virtual, dá uma olhada nesse vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=szrIkKpvd4I
    (eu sou a de branco que entra primeiro)
    Se puder, divulgue.

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.