10/02/2012

As rapidinhas do Sr Comunica - 10/02/2012


1 - Quando a greve da Polícia Militar estava tão somente no estado da Bahia, governado pelo PT, a mídia brasileira fez uma cobertura com tom muito diferente do usado agora. O governo federal, também do PT, mandou a Força Nacional par fazer a segurança dos baianos e turistas em período pré-carnavalesco. A Bahia parecia o apocalipse.

2 - Dia após dia, via-se e lia-se em toda a imprensa a notícia de mortes e mais mortes, confusões, quebradeiras e muito mais. Segundo o governo do estado da Bahia, apenas 1/3 do efetivo da PM havia aderido ao movimento grevista. Mesmo assim, as notícias eram terríveis, sanguinárias e reais.

3 - Não demorou muito para que se noticiasse que o líder grevista era Prisco, filiado ao PSDB, e que a própria PM da Bahia estava causando muitas das badernas noticiadas, queimando veículos, fechando ruas, avenidas e sabe-se lá mais o quê.

4 - A mídia começou a tirar o pé do acelerador em sua cobertura da greve baiana. Mudou de tom, principalmente quando surgiram alertas de que muitos outros estados poderiam aderir ao movimento, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro.

5 - Surgiram gravações (autorizadas pela justiça) de áudio, de conversas telefônicas entre o cabo Benevenuto Daciolo, do RJ, e políticos como Anthony Garotinho (PR), Janira Rocha (PSOL), Arnaldo Faria de Sá (PTB). Todos os políticos, claro, negaram estarem incitando a greve e apenas utilizaram de sua "liberdade de expressão", como disse a PSOLista Janira.

6 - Ontem a greve "explodiu" no Rio de Janeiro. A Rede Globo de Televisão, que costumava lucrar muito com o BBB, o carnaval e o futebol, ficou preocupada. O BBB está mal das pernas, depois do escândalo do suposto estupro, pois a arrecadação com patrocínios despencou. Agora, na semana anterior ao carnaval, o pânico toma conta da organização (oligárquica) de comunicação.

7 - O notável de tudo isso é que o Rio de Janeiro sempre foi violento, agressivo, com seus tiroteios, assaltos e homicídios. Mas melhorou da água para o vinho desde ontem, pelo menos nas reportagens jornalísticas da Globo, nas quais os profissionais repetem sem parar "por aqui está tudo bem". Estão querendo dizer aos turistas: venham curtir o carnaval porque pelo menos aqui, na telinha da Globo, está tudo globeleza.

8 - Conforme publicado no jornal O Dia, cerca de 145 policiais militares estão presos no Rio de Janeiro. O Corpor de Bombeiros informou também que 123 guarda-vidas foram indiciados por faltar ao serviço, até o momento.

9 - Segundo o G1, a situação na capital do RJ está controlada.

10 - Já tem gente fazendo piada no Facebook ao dizer: descobrimos a fórmula da paz para a Cidade Maravilhosa. Basta a PM e a Polícia Civil entrarem em greve. 


0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.