27/02/2012

Governador e prefeito do Rio podem entregar desfile das escolas de samba para a Globo


Publicado no Blog do Mello
Logo após o carnaval, Sérgio Cabral e Eduardo Paes, respectivamente governador e prefeito do Rio, deram declarações contrárias ao comando dos desfiles das escolas de samba (Grupo especial e acesso) continuar nas mãos dos bicheiros, como acontece desde sempre.

Estranho é que, embora um seja governador há seis anos e o outro prefeito há quatro, só agora ambos tenham percebido que contraventores não deveriam tomar conta do maior espetáculo do carnaval do Rio.

- Santa coincidência - diria Robin Paes a Batman Cabral, que agem no comando da cidade e do estado como a dupla dinâmica.

Mas, lendo a coluna do botafoguense e bem informado Fernando Molica em O Dia, fico sabendo que tudo isso pode ser uma nuvem de poeira a anunciar um novo negócio que vem por aí (grifo meu):


As declarações de Sérgio Cabral e de Eduardo Paes sobre a profissionalização das escolas de samba estão relacionadas a um projeto que inclui a diminuição dos poderes da Liga das Escolas de Samba, a Liesa, entidade controlada por bicheiros. A Lesga, que cuida dos grupos de acesso, também está na mira de Paes.

A prefeitura voltou a estudar a abertura de licitação para escolher quem organizará os desfiles. As tentativas anteriores falharam, mas há sinais de interesse de empresas como a Geo Eventos, que pertence à Rede Globo e ao Grupo RBS.

Ou seja: saem bicheiros e entram as Organizações Globo, cujo patrono vendeu sua cobertura triplex na avenida Atlântica, em Copacabana, a um deles, o patrono da Beija Flor.



0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.