06/03/2012

"Os jornalistas não podem esquecer da apuração", diz Roberto Cabrini


Roberto Cabrini é um excelente profissional. Tive o prazer de assistir a uma palestra dele, no final do ano passado, realizado pela FACHA. Tudo o que ele diz deve ser levado em consideração, visto que é uma pessoa séria e íntegra profissionalmente. Por isso publico o texto abaixo. Boa leitura!

Por Nathália Carvalho

Na noite desse domingo, 4, o jornalista do SBT, Roberto Cabrini, comentou o modelo adotado para o jornalismo de TV no Brasil. "Existe uma forma de reportagem que se propagou na TV em que o repórter pensa que é poeta", disse. Os comentários foram feitos em sua página no Facebook e, em entrevista ao Comunique-se, Cabrini reforçou o pensamento e ressaltou que não se trata de críticas a veículos em particular, mas de dicas para os jovens.

É comum ver, na rede social, o jornalista responder aos questionamentos de outros profissionais e dar dicas à prática da profissão. De acordo com ele, existe uma tendência nos últimos anos em que a apuração das informações é deixada em segundo plano e é certo que “temos que lutar contra isso”.
Cabrini também afirmou que, atualmente, nenhuma informação é passada nas reportagens e que o que é apresentado está longe de ser exemplo de bom jornalismo. "No começo parece uma reportagem bonitinha, engraçadinha, mas quando se para pra pensar percebe-se que não apurou, não informou e, principalmente, não questionou absolutamente nada", disse.
O jornalista, que comanda o 'Conexão Repórter', disse que os jovens não podem esquecer da apuração e precisão da informação. Ele não é contra a “poesia” nas reportagens, mas afirma que esse fator deve ficar em segundo plano. Para Cabrini, o jornalismo na TV melhora a cada dia e, atualmente, ele vê que conteúdo e formato têm a mesma proporção. “Se o conteúdo vencer, o futuro será bom. Mas se o formato prevalecer, teremos um jornalismo superficial. O mais importante é informar”, explica.



.
Follow Me on Pinterest

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.