23/05/2012

Mensalão foi tentativa de golpe da imprensa, diz Lula


Lula voltou a discursar contra a imprensa 
(Imagem: Rodrigo Camargo/Câmara de São Paulo)


Em discurso após receber o título de cidadão paulistano e a medalha Anchieta, em solenidade na noite dessa segunda-feira, 21, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou sobre o mensalão. Para o petista, o escândalo não passou de uma tentativa de golpe contra o seu governo.

Sem citar nomes, Lula disse que tal atitude contou com a participação de veículos de comunicação. "O PT era atacado por grande parte dos políticos da oposição e por uma parte da imprensa brasileira. Na verdade, era um momento em que tentaram dar um golpe neste país", disse.
A declaração do ex-presidente foi publicada nesta terça-feira, 22, pela Folha. O texto, assinado por Diógenes Campanha e Bernardo Mello Franco, foi reproduzido em blogs e outros sites, como as páginas dos jornalistas Ricardo Noblat, colunista de O Globo, e de Fábio Pannunzio, repórter da TV Bandeirantes.
O ex-presidente disse que a oposição recuou diante do apoio dos movimentos sociais e populares que recebeu. Lula declarou que não seria o novo Getúlio Vargas, que cometeu suicídio, e nem a versão do século XXI de João Goulart, deposto do cargo de presidente em 1964 pelo Golpe Militar.
“Só tem um jeito de eles me pegarem aqui. É eles enfrentarem o povo nas ruas deste país. Aquilo foi a coisa que mais deixou eles com medo de continuar na luta pelo impeachment", afirmou”, discursou Lula durante a homenagem que recebeu da Câmara da capital paulista.

2 comentários:

  1. Que??? Brilhante? Vocês são loucos! É um picareta de marca maior, isso sim!

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.