21/06/2012

Em plena Rio+20, EUA restringem a cobertura jornalística dos incêndios florestais

Foto publicada no L.A. Times
Por Summer Harlow
Autoridades restringiram a cobertura jornalística dos enormes incêndios florestais na parte ocidental dos Estados Unidos, e pelo menos um fotógrafo foi agredido, algemado e acusado de obstrução, o que levou o jornal de Nevada, onde ele trabalha, a preparar uma queixa formal, relatou a Associated Press.

Tim Dunn, editor de fotografia do Reno Gazette-Journal, foi detido na segunda-feira, 18 de junho, e deputados o empurraram antes de citá-lo criminalmente por "resistir a um funcionário público", apesar de Dunn ter cumprido os pedidos das autoridades para deixar o área, de acordo com a CBS News. Autoridades acusaram o editor de querer se passar por bombeiro por causa do equipamento de proteção que estava usando.

No Colorado, repórteres foram proibidos de entrar em áreas que foram evacuadas em razão dos incêndios e barrados dos comunicados feitos pelas autoridades a residentes sobre a situação de suas casas e propriedades, disse o Los Angeles Times.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.