O futebol e a política – Parte 7

Após abordar o ‘Clássico Político’ entre A.S. Livorno X Lazio e o ‘Amistoso Socialista’ entre Adana Demirspor X A.S. Livorno ( http://bi...


Após abordar o ‘Clássico Político’ entre A.S. Livorno X Lazio e o ‘Amistoso Socialista’ entre Adana Demirspor X A.S. Livorno (http://bit.ly/sjcuxS), Rayo Vallecano e o sentimento anti-franquista em relação ao Real Madrid (http://bit.ly/uY7hWK), a Babel nas arquibancadas e no bairro de St. Pauli (http://bit.ly/xY9D20), sobre a Guerra das Malvinas e sua influência sobre o futebol (http://bit.ly/GTxckC e http://bit.ly/HAEVVM) e a propaganda pinochetista no jogo Chile X URSS válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 1974 (http://bit.ly/Ii04pt), prossegue a viagem pelo outro lado da relação entre futebol e política. 

“El hombre del siglo XXI es el que debemos crear, aunque todavia es una aspiración subjetiva y no sistematizada.” Ernesto “Che” Guavara 

Em 2006, na cidade de Jesus María, localizada na província de Córdoba, Argentina, um grupo de guevaristas entusiastas do futebol fundou o Clube Atlético, Social y Desportivo Ernesto Che Guevara. A ideia para o projeto era integrar, através do futebol, jovens e crianças de todas as classes sociais para auxiliar na formação do “homem novo” e reforçar valores como solidariedade, dignidade e coletividade.



O uniforme vermelho, é claro, conta com a imagem icônica do revolucionário na frente da camisa e no distintivo do time. Nas mangas, a assinatura de Che Guevara. E nas costas da camisa o emblemático lema “¡Hasta la victoria siempre!”. “Era inevitável usar sua imagem, tanto no corpo do uniforme, quanto no escudo. Também fizemos questão de colocar a célebre frase 'Hasta la victoria siempre!'. Mas também fizemos isso porque muita gente comprava camisas com a imagem de Che apenas para consumo e nada mais. Nossa ideia é que os pequenos usem a camisa e sigam as convicções de Che, sua luta, de sua entrega por um mundo melhor e com justiça social para todos”, afirma a presidenta e co-fundadora, Mónica Nielsen.



A homenagem a Guevara é inédita no mundo, e segundo o estatuto do C.A.S.D. Ernesto Che Guevara, se trata de uma maneira de "gerar uma nova cultura solidária e participativa nos adolescentes e nas crianças".


O C.A.S.D. Ernesto Che Guevara conta com mais de 100 jogadores em diversas categorias. Mantendo a coerência com a ideologia do guerrilheiro, os jogadores não pertencem ao clube e são livres para jogar em outra equipe quando quiserem. Segundo Mónica Nielsen, alguns jogadores se vão, mas muitos voltam ao clube com outra mentalidade, pois o C.A.S.D. Ernesto Che Guevara não fez deles um negócio.


O clube trilha o mesmo caminho que outros grandes já trilharam. O amadorismo, a falta de campo próprio, sede provisória e trabalho voluntário. Sem cancha própria o C.A.S.D. Ernesto Che Guevara usa as instalações do Alianza, o pagamento da ‘locação’ é com o trabalho. Atividade que envolve dirigentes, jogadores e familiares dos jogadores. Sem negociar seus jogadores, o clube angaria fundos para seu sustento com o Che. Em uma feira de artesanato, são vendidos produtos (camisetas, chaveiros, pins, livros, pôsteres e fotos) com a imagem do revolucionário.

Imprima e jogue futebol de botão

A sede do clube é a casa de Mônica Nielsen, que afirma: "Somos um pouco loucos, mas temos muitíssimos projetos, e muito ambiciosos". E acrescenta: "A ideia é competir, e ganhar se for possível. Mas nosso projeto tem um fim social: resgatar as crianças as crianças através do esporte".

Copa América Alternativa 2012

Em 2012, o C.A.S.D. Ernesto Che Guevara aliou-se com o Autônomos F.C. de São Paulo e o Easton Cowboys/Girls FC e realizaram a 1ª Copa América Alternativa, em Jesus María. O torneio reuniu equipes do Brasil, Chile, Bolívia, Inglaterra e Lituânia. Além, é claro, de equipes argentinas de Rosario, Mar del Plata, Córdoba e Gualeguaychú.



O evento foi realizado fora do circuito comercial, sem pedir permissões a FIFA ou a AFA. O espírito que norteou a competição foi o de fazer um futebol diferente do dirigido por grandes empresas ou conglomerados.

Paralelo ao torneio aconteceu um festival de música e uma mostra cultural, porém, o que permeou a 1ª Copa América Alternativa foram os debates sobre o acesso ao desporto, desemprego, saúde, educação e habitação.

Em Jesus María, a experiência da Copa América Alternativa demonstrou que o futebol é uma forma de organização, de luta e de resistência contra as negociatas que vão contra os interesses da maioria.

Esse é o padrão alternativo ao modelo FIFA de futebol.

Quando o jogo deixa de ser um negócio para poucos e passa a ser para todos.

¡Abajo y a la izquierda!

Anotação na Margem:

- Guevara era torcedor do Club Atlético Rosario Central, além do futebol praticava outros esportes;

- Che foi titular no primeiro time de juniores do El Fortín C.A. Vélez Sarsfield;


- Em 18 de maio de 1963, quando era Ministro da Indústria de Cuba, Che Guevara encontrou-se com o time do Madureira/RJ. Neste dia o time carioca derrotou pela segunda vez uma seleção de Havana, na capital cubana, durante uma excursão pela ilha;


- Texto escrito ao som de “Lágrimas de Rábia” de Boikot.

Diego Pignones
Publicitário e pesquisador em Comunicação Social.
Twitter: @diegopignones
Tumblr: http://lavalanga.tumblr.com/
Blog: http://blogdopignones.wordpress.com/

COMMENTS

BLOGGER
Nome

Anna Poulain,5,Apoemático,19,APPs,15,Arte,3,Arte Digital,17,Artigos próprios,105,Artigos reproduzidos,286,Biografias,1,Cinema,7,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,7,Cultura,14,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,7,Diálogos,1,Diego Pignones,42,Digital,1,Documentários,119,Educar,23,Ensaios,14,Entrevistas,40,featured,4,Fotografia,42,Games,3,HQ,15,In Memoriam,2,Informe,1,Jornais,25,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,25,Literatura,31,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1298,Música,81,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,57,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,15,Poesia,39,Política Carioca,135,Política Internacional,335,Política Nacional,1003,Q tem pra V,44,Rádio/TV,27,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,18,Teatro,20,Tetraplégicos Unidos,10,Tirinhas,4,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,10,Vídeos,37,Web,44,
ltr
item
COMUNICA TUDO: O futebol e a política – Parte 7
O futebol e a política – Parte 7
http://2.bp.blogspot.com/-YJ6G_N3Q2x8/UPabV93KjjI/AAAAAAAAF10/lTGL6iVp-lY/s320/1471390-6009-ga.jpg
http://2.bp.blogspot.com/-YJ6G_N3Q2x8/UPabV93KjjI/AAAAAAAAF10/lTGL6iVp-lY/s72-c/1471390-6009-ga.jpg
COMUNICA TUDO
http://www.marcelodamico.com/2013/01/o-futebol-e-politica-parte-7.html
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/2013/01/o-futebol-e-politica-parte-7.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy