O som ao redor ou o som que amedronta a classe média

Por José Gerado Couto*, do blog IMS Entra finalmente em cartaz o filme brasileiro mais incensado dos últimos anos, O som ao redor . Pr...


Por José Gerado Couto*, do blog IMS

Entra finalmente em cartaz o filme brasileiro mais incensado dos últimos anos, O som ao redor. Premiado em festivais no Brasil e no exterior, elogiado unanimemente pela crítica, o longa de Kleber Mendonça Filho entrou nas listas de melhores do ano do New York Times e da Film Comment, entre outras publicações de prestígio.

Todo esse auê se justifica. É um filme que, como poucos, radiografa sua época sem perder de vista o processo histórico de longa duração em que ela se insere. Não se perde nas aparências do presente, não fetichiza o novo, mas, pelo contrário, revela a presença do arcaico no moderno, a reiteração sob novas formas de um modelo civilizatório ao mesmo tempo perverso e fascinante – tudo isso sob a aparência de uma prosaica crônica urbana ambientada num bairro recifense de classe média.


Escrevi há alguns meses sobre o filme e não quero me repetir. Só acrescento um dado que àquela altura eu desconhecia e que pode ajudar a enriquecer a leitura do filme. Na crítica, eu qualificava de estranhas e misteriosas as aparições fugazes de um garoto negro – num telhado, numa casa vazia, no alto de um árvore. Depois fiquei sabendo que se tratava de alusões ao “menino-aranha” que povoou a crônica policial de Recife na década de 90: o garoto Tiago João da Silva, que desde os nove anos de idade escalava com as próprias mãos prédios residenciais da cidade para assaltar apartamentos. Tiago foi detido e fugiu várias vezes, até ser morto a tiros aos 17 anos, em 2005.

Saci atualizado

O curioso é que no início de 2012, quando O som ao redor já estava pronto, surgiu em Recife outro garoto com as mesmas características, o que levou a imprensa a rememorar o caso. No contexto do filme de Kleber Mendonça, esse fait divers de página policial ganha um sentido histórico-social poderoso: o medo da classe média e das elites brancas diante da ameaça difusa de invasão do “seu” espaço pelos pretos e pobres. É, de certo modo, uma atualização urbana da lenda do traiçoeiro e imprevisível saci-pererê.

A reforçar o viés político dessa fabulação, numa cena do filme uma menina de classe média levanta de sua cama no meio da noite, vai até a janela e vê uma horda de meninos-aranha se espalhando pelos telhados e árvores do bairro. Não sabemos se é uma visão, um sonho ou uma imagem “real” – o fato é que poucas cenas sintetizam de forma tão eficiente o momento que vivemos, de ascensão dos que não tinham nada e de apreensão dos que têm alguma coisa em face ao que pode acontecer.

Duas últimas observações sobre O som ao redor: apesar de seu inegável valor cultural, ele está entrando em relativamente poucas salas pelo Brasil afora. No Rio, por exemplo, entra em quatro cinemas, enquanto De pernas pro ar 2 está em mais de cinquenta. Sinal dos tempos. Além disso, outro perigo ronda o filme: o das falsas expectativas. Depois de tanto aplauso e elogio, muitos espectadores talvez entrem no cinema esperando ver algo espetaculoso (como foram Cidade de Deus e Tropa de elite, por exemplo). E a qualidade maior de O som ao redor é, justamente, a sutileza, o subtom, a entrelinha.

Janeiro histórico

A acreditar nos cronogramas das distribuidoras, este será o melhor mês de lançamentos nos nossos cinemas em muitos anos, talvez décadas. Estão previstos, entre outros, os seguintes títulos: Django livre (Quentin Tarantino), Amour (Michael Haneke), Além das montanhas (Cristian Mungiu), César deve morrer (Paolo e Vittorio Taviani), Lincoln (Steven Spielberg), O mestre (Paul Thomas Anderson), A hora mais escura (Kathryn Bigelow), Killer Joe (William Friedkin), Querida, vou comprar cigarros e já volto (Gastón Duprat e Mariano Cohn) e País do desejo (Paulo Caldas). Bom proveito.

-
*José Gerado Couto é crítico de cinema e tradutor. Publica suas criticas no blog do IMS.

COMMENTS

BLOGGER
Nome

Anna Poulain,5,Apoemático,19,APPs,15,Arte,3,Arte Digital,17,Artigos próprios,105,Artigos reproduzidos,286,Biografias,1,Cinema,7,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,7,Cultura,14,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,7,Diálogos,1,Diego Pignones,42,Digital,1,Documentários,119,Educar,23,Ensaios,14,Entrevistas,40,featured,4,Fotografia,42,Games,3,HQ,15,In Memoriam,2,Informe,1,Jornais,25,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,25,Literatura,31,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1298,Música,81,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,57,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,15,Poesia,39,Política Carioca,135,Política Internacional,335,Política Nacional,1003,Q tem pra V,44,Rádio/TV,27,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,18,Teatro,20,Tetraplégicos Unidos,10,Tirinhas,4,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,10,Vídeos,37,Web,44,
ltr
item
COMUNICA TUDO: O som ao redor ou o som que amedronta a classe média
O som ao redor ou o som que amedronta a classe média
http://3.bp.blogspot.com/-i7nljmXsnwY/UOw4Ke4ADII/AAAAAAAAF00/ZZDYHJZLVhs/s320/o-som-ao-redor.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-i7nljmXsnwY/UOw4Ke4ADII/AAAAAAAAF00/ZZDYHJZLVhs/s72-c/o-som-ao-redor.jpg
COMUNICA TUDO
http://www.marcelodamico.com/2013/01/o-som-ao-redor-ou-o-som-que-amedronta.html
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/2013/01/o-som-ao-redor-ou-o-som-que-amedronta.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy