O estado mais antiindígena do Brasil

O estado mais antiindígena do Brasil (foto desfocada)  “Isso já passou de todos os limites”, exclama Otoniel Kaiowá Guarani, ao ser in...

O estado mais antiindígena do Brasil (foto desfocada) 

“Isso já passou de todos os limites”, exclama Otoniel Kaiowá Guarani, ao ser informado do assassinato de mais um parente.

A polícia federal se apressa em ir ao local para esclarecer (ou não) mais essa morte de indígena no Mato Grosso do Sul. E para evitar animosidade, já vai adiantando que provavelmente a morte não tenha nada a ver com o conflito de terras indígenas na região.

Enquanto Celso Figueiredo vai sendo velado com prantos indignados em Dourados, cinco Kaiowá Guarani são presos, incluída a professora Efigenia, grávida.

As lideranças são da Terra Indígena Panambi-Lagoa Rica, aldeia Ytaí, município de Douradina.

Nada disso é novidade no estado mais antiindígena do país.

Enquanto, o Guarani Celso, assassinado por pistoleiros, está sendo velado, na Terra Indígena Paraguasu, no município de Paranhos, fronteira com o Paraguai, uma delegação Kaiowá Guarani e Terena se encontra com vários ministros e parlamentares.

Eles vão repetir mais uma vez o que foi denunciado milhares de vezes nas últimas décadas: demarquem nossas terras, parem de nos matar, punam os assassinos confessos e reconhecidos.

Porém o Mato Grosso do Sul faz a leitura ao avesso: mata e prende os índios.

Isso tem seu preço.

O Brasil e o mundo não aguentam mais esse genocídio. Os povos indígenas não podem continuar sendo sacrificados no altar do progresso.

Enquanto isso roncam os tratores e as vozes estridentes de Katia Abreu e outros lideres do agronegócio em todo o país.

Talvez estejam temerosos de que o Relatório Figueiredo e as CPIs de 1953 e 1963 façam vir à luz as maracutaias que se faziam, com as elites do então estado do Mato Grosso apossando-se das terras indígenas.

Não é por nada que não se realiza um levantamento sério e aprofundado das cadeias dominiais e da estrutura fundiária.

Nos gabinetes e corredores vai sendo costurado um novo modelo de identificação e regularização das terras indígenas, com mais interlocutores na mesa.

Vão sendo constituídas novas rodadas de negociação e esclarecimentos entre vários ministérios e lideranças indígenas Kaiowá Guarani e Terena.

Também a Comissão Especial formada pelo Conselho Nacional de Justiça voltou a se reunir, para ajudar a encontrar saídas para a situação das terras indígenas no MS, que tem ocasionado um gravíssimo cenário de assassinatos, feridos, prisões e ameaças.

Apesar de os indígenas não terem nenhuma ilusão de que seja fácil ou rápida a solução do reconhecimento e demarcação das terras no Mato Grosso do Sul, eles acreditam que é importante manter os espaços de diálogo e a visita das autoridades à região para ver e sentir no local as dramáticas realidades das comunidades e povos locais.

Para o mês que vem várias visitas das comissões e ministérios estão previstas. Quem sabe em alguma coisa se avance.

De 1988 a 2012 mais de mil suicídios aconteceram entre os Kaiowá e Guarani, o que evidencia o grau de desespero e descrença na solução dos problemas, principalmente da terra. E mais de 300 indígenas da etnia foram assassinados.

No Mato Grosso do Sul, existe propagação permanente de racismo, discriminação e ódio contra os indígenas tanto pela mídia local quanto pelos fazendeiros antiindígenas e autoridades locais.

Os assassinos das lideranças indígenas não são punidos no MS, e a impunidade alimenta as violências contras os indígenas do MS.

Mais uma semana de muita conversa, reuniões e manifestações dos povos indígenas em Brasília. Foram acionadas as válvulas de escape da panela de pressão.

Os povos indígenas do Xingu, Tapajós e Teles Pires retornaram a suas aldeias, depois de mais de uma semana aguentando o frio do planalto central.

Deram o recado.

Voltaram de cabeça erguida, certos de que a luta apenas começou.

(O artigo de autoria do indigenista  Egon Heck, publicado no site daUnisinos.)

COMMENTS

BLOGGER
Nome

Anna Poulain,5,Apoemático,19,APPs,15,Arte,3,Arte Digital,17,Artigos próprios,105,Artigos reproduzidos,286,Biografias,1,Cinema,7,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,7,Cultura,14,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,7,Diálogos,1,Diego Pignones,42,Digital,1,Documentários,119,Educar,23,Ensaios,14,Entrevistas,40,featured,4,Fotografia,42,Games,3,HQ,15,In Memoriam,2,Informe,1,Jornais,25,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,25,Literatura,31,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1298,Música,81,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,57,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,15,Poesia,39,Política Carioca,135,Política Internacional,335,Política Nacional,1003,Q tem pra V,44,Rádio/TV,27,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,18,Teatro,20,Tetraplégicos Unidos,10,Tirinhas,4,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,10,Vídeos,37,Web,44,
ltr
item
COMUNICA TUDO: O estado mais antiindígena do Brasil
O estado mais antiindígena do Brasil
http://3.bp.blogspot.com/-R1SQnzH-jeQ/UcCSvwkt_zI/AAAAAAAAG9g/LtLzB9fzTWY/s1600/INDGENas-mortos2-600x397.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-R1SQnzH-jeQ/UcCSvwkt_zI/AAAAAAAAG9g/LtLzB9fzTWY/s72-c/INDGENas-mortos2-600x397.jpg
COMUNICA TUDO
http://www.marcelodamico.com/2013/06/o-estado-mais-antiindigena-do-brasil.html
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/
http://www.marcelodamico.com/2013/06/o-estado-mais-antiindigena-do-brasil.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy