14/01/2014

Argentina é modelo para a AL em direitos da comunicação

Cynthia Ottaviano, afirmou que após a sanção da lei da mídia "a Argentina se tornou um modelo para os países da América Latina em matéria de direitos sobre a comunicação".

A defensora do Público de Serviços de Comunicação Audiovisual da Argentina, Cynthia Ottaviano, afirmou, nesta segunda-feira (13), que após a sanção da lei de meios "a Argentina se tornou um modelo para os países da América Latina em matéria de direitos

"A Lei de Meios é um caso que comprova a democratização de serviços de comunicação. A Argentina se posicionou na vanguarda neste aspecto e a nossa legislação é tomada como exemplo pelos países da região que pretendem avançar contra a concentração monopólica", apontou Cynthia em entrevista à Télam.

Segundo ela, o trabalho da Defensoria foi avaliado por governos de países como México, Uruguai, Equador e Canadá, e antecipou que em 2014, o organismo vai apresentar a experiência argentina em congressos e palestras internacionais.

A Defensoria do Público surgiu em novembro de 2012, no âmbito da Lei de Meios de Comunicação, e até hoje recebeu 1.300 denúncias e obteve 70% de resoluções positivas sobre estas queixas.

A maioria das denúncias recebidas trata sobre conteúdos discriminatórios, relacionados com o gênero e as minorias, como assim também informações falazes que são divulgadas por algumas coberturas informativas.

Neste ano, o organismo vai promover oficinas de reflexão crítica, voltadas para as audiências, e propiciará "acordos de boas práticas profissionais" com os proprietários das licenças de serviços audiovisuais.

(Fonte: Telám. Publicado por Vermelho)

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.