03/05/2017

Mais de 1,2 milhão de consumidores trocaram de operadora de telefonia em 3 meses

Mais de 1,2 milhão de consumidores fizeram solicitações de portabilidade de telefonia no país, nos três primeiros meses do ano. De acordo com dados da Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABRTelecom), entidade administradora da Portabilidade Numérica no Brasil, o número cresceu 12%, em todo país, somente no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo técnicos da ABRTelecom, as taxas de migração estão voltando aos dados verificados no início das operações há nove anos.

— Duas questões impactam neste cenário. A primeira é a instabilidade de qualidade de sinal. Há um problema grave no Brasil. Verificamos que, na metade do tempo, os usuários do 4G não conseguem se conectar no 4G, e passam a usar o 3G. A segunda é a crise econômica — observa o pesquisador em Telecomunicações do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Rafael Zanatta.

A portabilidade numérica foi implantada em 2008 e permite trocas de operadoras de telefonia sem alteração do número de identificação do telefone desde que dentro do mesmo serviço — móvel para móvel ou fixo para fixo —, e na área de cobertura do mesmo DDD.

Entre 1º de janeiro e 31 de março, 309.740 (26%) usuários de telefonia fixa trocaram de operadora, enquanto 898.580 (74%) números de telefones móveis efetuaram a troca da prestadora de serviços. No Rio, foram 182,40 mil migrações.

Usuários de tecnologia 4G crescem 120% em um ano

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que o número de usuários da tecnologia 4G cresceu 120%, em um ano, com incremento de 36,34 milhões de cliente. Por outro lado, o número de linhas telefônicas encolheu. De acordo com a agência, o Brasil registrou queda de 15,14 milhões de linhas móveis nos últimos doze meses. O Idec verificou que, nos últimos quatro anos, os consumidores compraram vários chips de celular para falar gastando menos, mas agora abdicaram desta prática e escolheram uma única empresa. Nos últimos doze meses, todos os estados apresentaram queda na telefonia móvel. As três maiores quedas foram verificadas em Alagoas, no Rio Grande do Norte e em Pernambuco.

O que as empresas oferecem

Nextel
A portabilidade pode ser feita pelo telefone 1050 ou no site www.nextel.com.br/portabilidade. A empresa oferece 5G de internet e 500 minutos no valor de R$ 99,99, ou pacote de 5G de internet e 2.500 minutos por R$ 119,99.

TIM
Para estimular a migração, a TIM também vem lançando ofertas, tanto para a compra de aparelhos quanto para contratação de planos. O pacote com 5G custa R$ 99, por 12 meses, ou comprar um Samsung Galaxy S7 por R$ 1.999 para o cliente que aceite contratar um plano de 5GB.

Claro
O cliente pode fazer a portabilidade para a Claro indo a qualquer loja ou enviando SMS. É preciso inserir o chip da Claro no celular, enviar um SMS para “1970” com o número da linha e seguir o passo a passo. O usuário pré-pago tem pacote de 800MB para navegar 4G .

OI
Para mudar, os clientes podem ligar para 10331, de um fixo, ou 1057, pelo celular. No pré-pago, acada R$10 de crédito, o usuário recebe 500MB, 300 SMS e pode optar entre 150 minutos para falar com qualquer operadora ou por 3000 minutos para falar com celular e fixo da Oi, por 10 dias.

VIVO
A portabilidade pode ser realizada em qualquer loja própria ou revenda. No site www.vivo.com.br, onde o cliente pode obter mais detalhes sobre os planos e promoções. No Rio de Janeiro, alguns exemplos de oferta são: pré-pago por R$ 7,99 por semana, controle R$ 39,99 por mês e pós-pago por R$ 99,99.

(Via Idec)

INFORME: Independente, o Comunica Tudo é mantido por uma única pessoa, com colaborações eventuais. Apoie este projeto: clique nas publicidades ou contribua.

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.