29/08/2017

Voz e espaço aos idosos no 2º Festival Cine Inclusão


Evento gratuito, que tem a terceira idade como tema, acontece nas comunidades de Heliópolis e Paraisópolis - que somam juntas mais de 200 mil habitantes - e na Unibes Cultural.

Entre os dias 2 e 23 de setembro acontece o 2º Festival Cine Inclusãoque difunde filmes realizados e/ou protagonizados por pessoas com mais de 60 anos e realiza oficina que possibilita a idosos, moradores de regiões periféricas, conhecimentos sobre o fazer cinematográfico. As oficinas têm início no dia 2/9 e as exibições dos filmes, dia 9/9.

O projeto – realizado com o apoio do ProAC – cria um espaço único de exibição e de debate sobre a importância da sétima arte na inclusão sociocultural de uma camada crescente da população.

Foram selecionados 24 obras, oriundas de diversos estados brasileiros, divididos em Mostra Competitiva (filmes cuja temática e/ou seus protagonista são idosos) e Mostra Idosos em Ação (filmes realizados para pessoas com mais de 60 anos). As exibições (grátis) ocorrem no CEU Heliópolis, no CEU Paraisópolis e na Unibes Cultural, espaço que recebe também o evento de abertura oficial (9/9, às 19h30) e de encerramento (23/9, às 15h).

Os destaques da abertura são a exibições do documentário (longa-metragem) franco-português António, Lindo António, de Ana Maria Gomes, e dos curtas-metragens Quitéria e Mais Uma Dona Maria, ambos realizados por alunos do projeto Cine Inclusão.

No encerramento, tem exibição dos filmes convidados Epílogo, de Daniel Seidl Moreira, Tomou Café e Esperou, de Emiliano Cunha, e Walter do 402, de Breno Ferreira, além dos curtas produzidos nas oficinas deste ano. Após a sessão, acontece um debate sobre o papel do cinema na inserção social e cultural do idoso com participação de convidados. Neste dia serão entregues os troféus aos filmes vencedores, escolhidos por votação popular. Haverá também prêmio de melhor ator e melhor atriz, eleitos pela comissão do Festival.

Visando a inclusão de pessoas com deficiência visual e auditiva, os eventos de abertura e encerramento contam com sistema de audiodescrição e tradução em Libras.

As oficinas de capacitação cinematográfica, ministradas pela cineasta Bruna Lessa e pela pedagoga Tati Rehder, acontecem entre os dias 2 e 17 de setembro, sempre nos finais de semana. Nelas, 60 idosos, 30 de cada comunidade (já selecionados), aprendem técnicas e realizam dois curtas que serão exibidos no encerramento do evento.

Segundo o criador do Festival Cine Inclusão, Daniel Gaggini, os objetivos desta segunda edição é  “dar espaço a filmes que dificilmente seriam exibidos em outros festivais, cujos protagonistas ou realizadores sejam idosos; propor, por meio da arte, a interação e o intercâmbio de experiências e conhecimento; capacitar 60 moradores de Heliópolis e Paraisópolis no fazer cinematográfico; produzir obras audiovisuais e debater a importância da arte para a inclusão sociocultural do idoso”.

A curadoria desta edição é de responsabilidade do cineasta Victor Fisch e da pesquisadora e curadora Luciana Rossi, tendo participação da produtora portuguesa Elsa Barão.

O Cine Inclusão

A iniciativa do projeto Cine Inclusão é de Daniel Gaggini, artista e produtor que vem se destacando na realização de projetos dedicados à difusão de iniciativas culturais produzidas em regiões periféricas do Brasil. Em seu currículo, consta a realização da Mostra de Teatro de Heliópolis, o projeto/espetáculo Vira-Latas de Aluguel, o Festival Popular de Cinema de Itapeva, o projeto de capacitação cinematográfica Cine Inclusão, e a direção, por quatro anos, do Festival Cine Favela de Cinema.

A primeira edição do Festival Cine Inclusão foi realizada em 2015 e contemplou as comunidades de Capão Redondo e Cidade Tiradentes, além do Memorial da América Latina. O evento - que reuniu mais de 400 espectadores, exibiu 26 filmes em 14 sessões gratuitas - capacitou 46 jovens em oficinas de cinema e produziu duas obras audiovisuais. Promoveu ainda um debate com participação dos institutos Criar e Querô e dos projetos É Nóis na Fita e Kaminu Filmes (Colômbia).

Serviço

2º Festival Cine Inclusão
Abertura: 9 de setembro (sábado, às 19h30) – Unibes Cultural
Encerramento: 23 de setembro (sábado, às 15h) – Unibes Cultural
Exibição/mostras: 11 a 17/9 – Unibes Cultural, CEU Heliópolis e CEU Paraisópolis
Programação completa: http://cineinclusao.com.br/
Informações: cineinclusao@muk.nu / (11) 2649-8508
Ingressos: Grátis. Classificação: livre. Duração das sessões: 90 min.

PROGRAMAÇÃO - 2º Festival Cine Inclusão

Abertura

·         9 de setembro. Sábado, às 19h30

Local: Unibes Cultural
Rua Oscar Freire, 2500 – Sumaré. SP/SP. Tel.: 11 3065-4333.
Teatro (350 lugares). Classificação: livre. Duração: 90 min.
Confirmar presença por email: cineinclusao@muk.nu.
Sessão com audiodescrição e tradução em Libras.

Filme: António, Lindo António (43’. Doc. 2015. PT/FR)
Direção: Ana Maria Gomes. Roteiro: Ana Maria Gomes. Empresa / Produtora: Le Grec. Elenco: Colin Idier.
SinopseA realizadora de documentário procura saber as razões pelas quais seu tio, que partiu há 50 anos para o Brasil, nunca mais voltou à sua aldeia, para indignação da sua mãe e dos irmãos: “A casa não saiu do sítio, só tem que pegar num GPS se já não encontrar o caminho.” Entre um Portugal tradicional e o Rio de Janeiro onde se instalou o tio António, um oceano de incompreensões e de omissões.

Filme: Quitéria (5’52”. Doc. 2015. São Paulo/SP)
Direção: Skarleth Mendes. Roteiro: Criação Coletiva de jovens moradores de Cidade Tiradentes. Empresa / Produtora: MUK Produções – Cine Inclusão. Elenco: Quitéria Fernandes da Costa Silva e Eduardo Maciel.
SinopseUm dia na vida de Dona Quitéria, idosa moradora de Cidade Tiradentes e catadora de materiais recicláveis.

Filme: Mais Uma Dona Maria (6’03”. Doc-Fic, 2016, São Paulo – SP)
Direção: João V. Guimarães. Roteiro: Criação Coletiva. Empresa / Produtora: MUK Produções – Cine Inclusão. Elenco: Quitéria Joana de Melo
SinopseUma entrevista termina de forma inesperada.


Mostras – Exibições

·         11/9 – Segunda-feira

15h - Mostra Idosos em Ação
Local: Unibes Cultural – Auditório. 1h30. Livre.

·         12/9 – Terça-feira

17h - Mostra Idosos em Ação
Local: CEU Paraisópolis Hebe Camargo Teatro. 1h30. Livre.

18h - Mostra Competitiva
Local: CEU Heliópolis Prof.ª Arlete Persoli - Auditório. 1h30. Livre.

·         13/9 – Quarta-feira

15h - Mostra Competitiva
Local: Unibes Cultural - Auditório. 1h30. Livre.

20h - Mostra Competitiva
Local: CEU Paraisópolis Hebe Camargo. Teatro. 1h30. Livre.

·         14/9 – Quinta-feira

17h - Mostra Competitiva
Local: CEU Paraisópolis Hebe Camargo Teatro. 1h30. Livre.

18h - Mostra Competitiva
Local: CEU Heliópolis Prof.ª Arlete Persoli - Auditório. 1h30. Livre.

·         15/9 – Sexta-feira

15h - Mostra Competitiva
Local: Unibes Cultural - Auditório. 1h30. Livre.

·         17/9 – Domingo

16h - Mostra Idosos em Ação
Local: CEU Heliópolis Profª Arlete Persoli - Auditório. 1h30. Livre.

Endereços

CEU Heliópolis Profª Arlete Persoli
Estr. das Lágrimas, 2385 - São João Climaco. SP/SP.
Tel: (11) 2353-4300. Auditório: 100 lugares.

CEU Paraisópolis Hebe Camargo
R. Dr. José Augusto de Souza e Silva, S/N - Jardim Parque Morumbi. SP/SP
Tel.: 11 3747-1950. Teatro: 200 lugares

Unibes Cultural
Rua Oscar Freire, 2500 – Sumaré. SP/SP
Tel.: 11 3065-4333. Auditório: 100 lugares.

Encerramento

23 de setembro. Sábado, às 15h
Local: Unibes Cultural
Rua Oscar Freire, 2500 – Sumaré. SP/SP. Tel: (11) 3065-4333.
Teatro (350 lugares). Classificação: livre. Duração: 90 min.
Sessão com audiodescrição e tradução em Libras.

Filme: Epílogo (16’28”. Doc. 2012. São Paulo/SP)
Direção: Daniel Seidl Moreira. Roteiro: Daniel Seidl Moreira. Empresa / Produtora: Bellatrix Produções. Elenco: José Mirage Justo, Clotilde Ferreira, Severino da Silva, Geralda Bodog, Nemésio Alvarez, Yonne Martins.
SinopseA população brasileira envelhece em ritmo acelerado. A maioria dos idosos recebe cuidados e atenção de seus familiares, mas muitos são abandonados e acabam dependendo do Estado.

Filme: Tomou Café e Esperou (12’33”. Drama. 2013. Porto Alegre/RS)
Direção: Emiliano Cunha. Roteiro: Emiliano Cunha. Empresa / Produtora: Tokyo Filmes, Gogó Conteúdo Sonoro, Avante Filmes, Sofá Verde Filmes. Elenco: Milton Mattos, Vilma Loner, Marcos Verza e Ana Maria Mainieri
Sinopse: Carlos vai até a cozinha e prepara um café. O tempo que separa o ontem do agora. 

Filme: Walter do 402 (16’33”. Comédia-Drama. 2016. Rio de Janeiro/RJ)
Direção: Breno Ferreira. Roteiro: Breno Ferreira e Bruno Saboia. Empresa / Produtora: Dom 21 Filmes. Elenco: Antônio Petrin, Alcione Mazzeo, Gustavo Arthiddoro, Aracy Cardoso, Daniela Fontan, Cinara Leal, Pritty Borges.
SinopseWalter é um idoso rabugento que sofre com sua solidão e vê no suicídio a única saída. Já sua vizinha, a solitária Vera, tem esperança que Walter seja a companhia que precisa. Ela tenta conquistar Walter usando o talento que tem na cozinha. Entre os dois, há o porteiro Zezinho, jovem Don Juan que não enxerga problema algum em viver sozinho.

Os filmes - Mostra Idosos em Ação
 
A Construção da Arte por Reynaldo Calles (9’37”. Doc. 2016. Campos do Jordão/SP)
Direção: Cervantes Sobrinho e Lucíola Figueiredo. Roteiro: Cervantes Sobrinho. Empresa / Produtora: Cineclube Araucária. Elenco: Reynaldo Calles.
SinopseUm breve apanhado da obra construída pelo artista plástico Reynaldo Calles com o objetivo de integrar a arte na paisagem urbana.
 
A Maldição de Clarice (20’. Ficção. 2017. Campina Grande/PB)
Direção: Irene Ponciano. Roteiro: Irene Ponciano. Empresa /Produtora: Stairs Graphics & Games. Elenco: Gedeão Ferreira e Cynthia Anjos.
SinopseA trama conta a história dos jovens Sampaio e Clarice que se conhecem na faculdade de direito e se envolvem afetivamente. Após perder Sampaio prematuramente, Clarice passa a enfrentar uma terrível maldição.
 
Jennifer & Norival (10’. Ficção. 2015. Rio de Janeiro/ RJ)
Direção: Cristiano Requião. Roteiro: Cristiano Requião. Empresa / Produtora: Cavideo Produções. Elenco: Jorge Leite.
SinopseO filme mostra um casal que discute a relação durante o café da manhã.
 
Leveza (7’50”. Vídeo dança. 2010. Rio de Janeiro/RJ)
Direção: Paola Luna. Roteiro: Paola Luna. Empresa / Produtora: Studioline Filmes - Rio de Janeiro. Elenco: Paola Luna e Antônio Grosso.
Sinopse: “Leveza como reação ao peso da vida”. Uma mulher e seus passos à procura de novos sentidos e novos olhares para a construção de novos saberes na renovação do próprio percurso de crescimento e empoderamento como mulher.
 
Quero Ir pra Casa (18’. Ficção experimental. 2014. São João do Meriti/ RJ)
Direção: J. Ulivan. Roteiro: J. Ulivan. Empresa / Produtora: CGB filmes. Elenco: J. Ulivan, Dentinho (Vitor Gracciano), RR Santos (Ricardo Rodrigues), SOL, Rato (filho), Carlos Jacinto, Wanusa Silva (filha) Cabeludo (genro) Kauan e Pedro Henrique (netos).
Sinopse: As aventuras de um bêbado nas tentativas de chegar em casa, após o carnaval.
 
Théo & Tobias (1’42”. Animação. 2017. Campos do Jordão/SP)
Direção: Lucíola Nejar e Cervantes Sobrinho. Roteiro: Lucíola Nejar. Empresa / Produtora: Cineclube Araucária. Elenco: Théo e Tobias (concebidos por Mônica Belda).
Sinopse: Como a música pode servir como elo de aproximação entre gerações.
 
Um Pai Triste (7’18”. Drama. 2014. Suzano/SP)
Direção: Peter Gomes. Roteiro: Peter Gomes – A partir de ideias dos idosos participantes do projeto Cultura Comunitária. Empresa / Produtora: Associação Rede Cinema e Associação Amigos do Parque Alvorada, Umuarama e Jardim Pompéia. Elenco: Jurandir de Souza, Juliana Bueno dos Santos e Brenda Caroline de Lima.
SinopseUm pai viúvo mora com suas duas filhas. Com idade avançada, ele utiliza sua aposentadoria para manter não só as necessidades da casa, mas também os caprichos de suas filhas. Porém elas nunca estão satisfeitas e sempre exigem dele mais dinheiro. Quando os recursos acabam ele é agredido pela própria filha mais velha. O argumento do filme é baseado em vivências observadas pelos participantes em sua comunidade.

Os filmes – Mostra Competitiva
 
A Feira de São Miguel Arcanjo (3’15”. Doc. Experimental. 2015, São Miguel Arcanjo/ SP)
Direção: Yudji Oliveira. Roteiro: Yudji Oliveira. Empresa / Produtora: Noite Produções Audiovisuais. Elenco: Dona Jandira e Seu Francisco.
SinopseAs lembranças das conversas com meus avós, sempre silenciosas, mas cheia de olhares afetuosos... Um dia decidi reencontrar.
 
A Navalha do Avô (23’. Ficção. 2013. São Paulo/SP)
Direção: Pedro Jorge. Roteiro: Francine Barbosa e Pedro Jorge. Empresa / Produtora: Massa Real e Confeitaria de Cinema. Elenco: Kauê Telloli, Jean-Claude Bernardet, Sônia Guedes, Luiz Serra, Ester Laccava, Carlos Baldim, Thaís Medeiros, Eliana Bolanho e Fernão Lacerda.
SinopseA vida de José está mudando. Bruno, seu neto, começa a perceber.
 
Aquela Rua Tão Triumpho (15’. Ficção. 2016. São Paulo/SP)
Direção: Gabriel Carneiro. Roteiro: Gabriel Carneiro. Empresa / Produtora: Enquadramento Produções. Elenco: Walter Portella, Júlio Calasso, Alfredo Sternheim, Clery Cunha, Nicole Puzzi, Virgílio Roveda, Gabriel Carneiro e Vanessa Alves.
Sinopse: Os fantasmas da Boca do Lixo. Ido Oliveira ainda caminha pela Rua do Triumpho.
 
Herói Sem Memória (16’50”. Ficção-drama. 2016. São Paulo/SP)
Direção: Fernanda Galetti. Roteiro: Fernanda Galetti. Empresa / Produtora: Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP. Elenco: Live action - Celso Carlucci, Francisco Haddad Aguerre e Ester Lacava; Animation voices - Vinícius Calamari; Tadeu Pinheiro, Hugo Picchi, Fabiana Carlucci e Mariana Blanski.
SinopseFilme mostra como o luto faz um ex-combatente da FEB reviver suas lembranças da Segunda Guerra Mundial e das suas perdas, construindo uma nova relação com o neto.
 
Iracema (16’20”. Ficção. 2016. Fortaleza/CE)
Direção: Francisco Carneiro. Roteiro: Leandro Alves. Empresa / Produtora: Produção independente (N/A). Elenco: Jane Azeredo.
SinopseEm seu apartamento, Iracema vive um solitário cotidiano.
 
Memorabilia (3’23”. Ficção. 2015. Rio de Janeiro/RJ)
Direção: Emy Lobo. Roteiro: Natália Francis. Empresa / Produtora: Produção independente (N/A). Elenco: Beatriz Loise, David Arap e Dulce Nunes.
SinopseCurta de ficção que discute as rupturas de tempo e espaço causadas pelas doenças degenerativas, como o Alzheimer.
 
Memórias de Cláudio Fulco (17’35”. Doc. 2016. São Paulo/SP)
Direção: Aline Ferreira. Roteiro: Aline Ferreira e Aksa Lima. Empresa / Produtora: Lampião Filmes e Universidade Anhembi Morumbi. Elenco: Claudio Fulco, Danilo Paes e Van Oliveira.
Sinopse: Claudio Fulco trabalhou durante 20 anos em diversos cinemas de São Paulo como operador cinematográfico e possui vasta coleção de projetores e filmes em Super 8 e 16mm. Amante da sétima arte e dos filmes em película, Fulco acredita na magia da projeção e no poder do cinema na arte de preservar memórias.
 
O Dia que Ele Decidiu Sair (17’. Doc. 2015. Salvador/BA)
Direção: Thamires Vieira. Roteiro: Thamires Vieira. Empresa / Produtora: 451 filmes. Elenco: Tuiu, Zinha, Joel , Elisângela, Jailda e Henrique.
SinopseMeu avô Tuiu decide, pela segunda vez, sair de sua casa e começar uma vida em outro lugar e convive com as dificuldades da rua. O fato de sair está ligado à depredação desse lugar.
 
O Jogo da Velha (15’. Ficção. 2017. Rio de Janeiro/RJ)
Direção: Lucas Vasconcelos. Roteiro: Lucas Vasconcelos. Empresa / Produtora: Ikebana Filmes. Elenco: Maria Angélica Marins, Marcello Gonçalves e Mauro Aragão.
SinopseQuem conhece Dona Rosa diria que ela não mataria uma mosca sequer, mas há quem diga o contrário. Dona Rosa vinha enfrentando problemas com a sua seguradora até que um dia ela resolveu botar um fim na história. Ela só não esperava que fosse a única a querer isso.
 
Rosinha (14’. Romance. 2016. Brasília/DF)
Direção: Gui Campos. Roteiro: Gui Campos. Empresa / Produtora: Lumiô Filmes e Pavirada Filmes. Elenco: Maria Alice Vergueiro, Andrade Junior, João Antonio e André Deca.
Sinopse: No alvorecer da existência, uma rosa desabrocha ao receber as carícias dos últimos raios do sol. Um filme sobre amor e sexualidade na terceira idade, e a luta para sobrepujar as convenções sociais.
 
Três Vezes por Semana (15’. Ficção. 2011. Porto Alegre/RS)
Direção: Cris Reque. Roteiro: Cris Reque. Empresa / Produtora: Modus Produtora, Ph7 filmes e Contrafilmes. Elenco: Irene Brietzke, Marley Danckwardt, Ida Celina, Áurea Baptista, Darlene Glória, Patricia Soso, Fábio Rangel, Lúcia Panitz e Thiago Feldmann. Sinopse: Sílvia é uma senhora solitária que acumulou frustrações e mágoas durante a vida. A aula de hidroginástica é sua única diversão: as colegas, as conversas, os passeios. A mesmice do cotidiano parece eterna, até que ela se transforma.


VOCÊ é muito importante para nós: queremos ouvir sua voz. Deixe um comentário após 'Related Posts'. Apoie o #ComunicaTudo: clique nas publicidades ou contribua. Saiba mais através do email marceloaugustodamico@gmail.com

0 comentários:

DEIXE SEU COMENTÁRIO. SUA VOZ É IMPORTANTE.