A pandemia silenciada entre os gritos dos fascistas

SHARE:

Texto escrito por Celso Sánchez, Professor universitário da UNIRIO e membro da Geasur.


O fascismo no Brasil é algo tão real e tão inédito como uma pandemia em tempos de globalização e 'datatização' dos sujeitos, tão invasivo e controlador quanto seguranças digitais e tão grave que até os fascistas acostumados a promover o abate e a limpeza étnica mirando "só na cabecinha", juram lutar pela democracia.

Com as hipocrisias à mostra, a classe média brasileira apelidada muito apropriadamente de “Elite do Atraso” por Jessé de Souza, não se envergonha de colocar “Black lives matter” em seus perfis de redes sociais de dia e de noite aplaudir operações policiais que chacinam crianças com “balas perdidas” pelas costas. São hipócritas de verde e amarelo que vão à igreja pedir a salvação das suas almas na eucaristia da prosperidade. O “Foi Deus quem me deu” é uma espécie de carteirada de superioridade espiritual. No entanto, depois do culto sem confissão, o cheiro de gente morta impregna o ar e as pegadas manchadas das famílias dos cidadãos de bem vão denunciando que a situação desse lugar que chamam de Brasil é muito, mas muito mais grave do que estamos tendo acesso. 

Sabem disso há muito tempo, os subnotificados, os sem CPFs, os sem certidões, incluindo de nascimento e óbito, os sem cova, os que se acumulam nos corredores e filas dos hospitais, os esquecidos, os favelados, os indígenas, os quilombolas, os ribeirinhos, os prisioneiros, os imigrantes ilegais, as putas, as 'travas', os sem-terra, os sem-teto, os sem-chão, os trombadinhas, as crianças de toda (falta de) sorte, os postos de lado e todos aqueles que se podem asfixiar em frente as câmeras. Enfim, uma lista enorme de "esfarrapados do mundo", de "ninguéns" que se acumulam aos milhões numa imensa maioria invisível com cara de minoria, amontoados nos cantos de cada silêncio. 

Estão na sala de jantar e na sala invisível do palácio invisível do rei nu. Nossa pandemia particular tem 520 anos de uma doença crônica. Como diz um importante filósofo brasileiro, Rodrigo Dantas: “O Brasil é uma forma de violência”. É a violência crônica, essa árvore podre que dá como fruto o silêncio, a cegueira e a hipocrisia e cuja a flor cheira a genocídio. A sombra dessa árvore é um pesadelo que cada dia parece afundar nossos olhos numa lama de lágrimas e 'Samarcos'. 

Dor. Ardência. Insônia. “O Brazil não merece o Brasil, o Brazil está matando o Brasil” disse o poeta Aldir Blanc antes de morrer de falta de plano de saúde pública, sua causa mortis. Indignação. Raiva. Fogo no canavial! Talvez a única chance, a única herdeira seja a esperança. 

Só vamos vencer tudo isso que está aí com reforma agrária, educação, arte, cultura, tesão e muito, mas muito PAULO FREIRE, só com muita MARIELLE, só com muito CARTOLA, DONA IVONE LARA, só com muito RAONI e muita reza forte . Essas pessoas apodrecidas que assaltaram até a bandeira e o hino nacional vão passar, nós, não sei se passarinho, mas nós, formigueiro, podemos atear fogo no canavial.
AVANTE ! PORQUE AMANHA HÁ DE SER OUTRO DIA E PORQUE A ESPERANÇA É UMA SEMENTE QUE NASCE NO VENTRE DE QUEM LUTA !

(Texto escrito por Celso Sánchez, Professor universitário da UNIRIO e membro da Geasur).

COMMENTS

BLOGGER: 4
  1. sempre incrível, este CELSO! um texto crítico que traduz e representa muito do amargo que estamos experimentando diariamente. PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado suas palavras são muito valiosas pra mim

      Excluir
  2. Esse texto tira o joelho do meu pescoço!!! Uma digna indignação!!!

    ResponderExcluir
  3. Esse texto tira o joelho do meu pescoço!!! Uma digna indignação!!!

    ResponderExcluir
DEIXE SEU COMENTÁRIO.

Nome

Anna Poulain,8,Apoemático,19,APPs,18,Arte,30,Arte Digital,21,Artigos próprios,107,Artigos reproduzidos,286,Biografias,3,Cinema,14,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,9,Cultura,22,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,15,Diálogos,1,Diego Pignones,44,Digital,3,Documentários,126,Educar,32,Ensaios,14,Entrevistas,45,Fabio Nogueira,42,featured,4,Fotografia,49,Games,4,HQ,19,In Memoriam,5,Informe,1,Jornais,29,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,26,Literatura,42,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1307,Música,129,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,65,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,21,Podcast,5,Poesia,43,Política Carioca,144,Política Internacional,349,Política Nacional,1049,Q tem pra V,98,Rádio/TV,37,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,27,tattoo,5,Teatro,37,Tetraplégicos Unidos,19,Tirinhas,5,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,18,Vídeos,68,Web,54,
ltr
item
COMUNICA TUDO: A pandemia silenciada entre os gritos dos fascistas
A pandemia silenciada entre os gritos dos fascistas
Texto escrito por Celso Sánchez, Professor universitário da UNIRIO e membro da Geasur.
https://1.bp.blogspot.com/-XWK1nzKw4PU/Xt5nQqJfieI/AAAAAAAATMw/g-Zu63hLXmcirm9iWsrbVb5sr8dnCT4hACK4BGAsYHg/w640-h332/Comunica%2Btudo.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-XWK1nzKw4PU/Xt5nQqJfieI/AAAAAAAATMw/g-Zu63hLXmcirm9iWsrbVb5sr8dnCT4hACK4BGAsYHg/s72-w640-c-h332/Comunica%2Btudo.jpg
COMUNICA TUDO
https://www.marcelodamico.com/2020/06/a-pandemia-silenciada-entre-os-gritos.html
https://www.marcelodamico.com/
https://www.marcelodamico.com/
https://www.marcelodamico.com/2020/06/a-pandemia-silenciada-entre-os-gritos.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content