No país da carteirada, 'gente de bem' está acima do artigo 5 da constituição?

SHARE:

#ComunicaTudo - Criado e mantido por Marcelo D'Amico desde 2008. Revista digital de comunicação, política, notícias, artes, entrevistas e mais.


Estava assistindo ao vídeo que está viralizando na Internet, quando o Desembargador do Estado de São Paulo desacatou o guarda municipal que o interpelou pelo não uso da máscara de proteção contra a COVID19. Ao ser multado, o desembargador rasgou a multa na frente do guarda e seguiu em frente como se nada tivesse acontecido. Qual foi a reação do guarda? Sem reação.

Pouco tempo atrás, um empresário, morador do bairro de classe alta de Alphaville, também no estado de São Paulo, humilhou um policial desferindo palavras de baixo calão. O policial foi atender a um chamado de violência doméstica e ao chegar no local, o cidadão de bem sequer deixou o policial colocar os pés na calçada. A reação do policial? Sem reação.

Tudo isso e outros exemplos me fez lembrar do humorista Paulo Gustavo, da personagem chamada de 'A senhora dos Absurdos'. Num dos episódios, a senhora caracterizada pelo humorista, agride a um homossexual. O agredido disse que tomaria providências e a resposta da personagem foi que nada aconteceria, pois ela é branca, hétero e rica. E ficou por isso mesmo e a agressão continuaria.

São exemplos da vida real e da ficção que nos levam a indagar se a lei é a mesma para todos. Imaginem essas cenas nas favelas? Qual seria a reação dos homens da lei? Você acredita que os representantes da polícia ficariam passivos e quietos?

Essas ações de tratamentos diferenciados não são de hoje. Basta apresentar a carteirada básica ou o famoso sabe com quem está falando que o tom da voz e a conversa se transfere para outro escalão. Durante o período Regencial do Brasil Império foram registradas rebeliões provindas das classes menos favorecidas (exceção da Sabinada, na qual havia pessoas da classe média que se recusaram à participação dos mais pobres, mas por outro lado eram menos articuladores e não contou com os grandes fazendeiros). As revoltas acontecidas nas regiões norte e nordeste no século XIX foram instantaneamente sufocadas ou massacradas. Na revolta Farroupilha, no Rio Grande do Sul, a história foi outra. Para o término do conflito que envolvia grandes fazendeiros da região, houve resistência, recuo e diálogo. A guerra durou dez anos.

O que entendemos com essa lição? Quando os poderes são iguais existe a solução para os conflitos. É válido ser juiz, empresário, político ou alguém de “patente “alta para falar aquela famosa frase: sabem com está falando?

O artigo 5º da Constituição Federal afirma que somos iguais parente a lei. A igualdade de direito não é exclusa para quem tem o dever de fazer cumpri-la como apresentou o desembargador e o empresário. Dê a famosa carteirada e tudo certo. Dependendo da situação em que se encontrar, o artigo 5º da constituição não cola, é arcaica. Se for para punir e oprimir dentro das favelas, o artigo 5 passa longe e seus direitos de cidadãos são desrespeitados. Os desembargadores, os empresários, os políticos e demais poderosos precisam saber que estão sucumbindo a ordem democrática e republicana. A lei é igual para todos.

(Texto escrito por Fabio Nogueira, estudante de história e professor voluntário de pré vestibular comunitário)

COMMENTS

BLOGGER
Nome

Anna Poulain,8,Apoemático,19,APPs,18,Arte,30,Arte Digital,21,Artigos próprios,107,Artigos reproduzidos,286,Biografias,3,Cinema,14,Citações,20,coluna S I T T A,5,Consumidor,24,Contos,14,Crônicas,9,Cultura,22,Dados estatísticos,17,Depressão Comunica,15,Diálogos,1,Diego Pignones,44,Digital,3,Documentários,126,Educar,32,Ensaios,14,Entrevistas,45,Fabio Nogueira,43,featured,4,Fotografia,49,Games,4,HQ,19,In Memoriam,5,Informe,1,Jornais,29,Jornalismo Literário,7,Língua Inglesa,1,Língua Portuguesa,26,Literatura,42,Machismo,17,Memórias de minha janela,10,Mídia,1307,Música,129,nota,9,Nota.,223,Notificando,3,Outros Blogs,2,Pablo Pascual García,1,Pensamento e Comunicação,65,Pensamentos tupiniquins,196,Pintura,21,Podcast,5,Poesia,43,Política Carioca,144,Política Internacional,349,Política Nacional,1050,Q tem pra V,98,Rádio/TV,37,Rapidinhas do Sr Comunica,29,Saúde,27,tattoo,5,Teatro,37,Tetraplégicos Unidos,19,Tirinhas,5,Tupi Guarani Nheengatu,8,Viagem,18,Vídeos,68,Web,54,
ltr
item
COMUNICA TUDO: No país da carteirada, 'gente de bem' está acima do artigo 5 da constituição?
No país da carteirada, 'gente de bem' está acima do artigo 5 da constituição?
#ComunicaTudo - Criado e mantido por Marcelo D'Amico desde 2008. Revista digital de comunicação, política, notícias, artes, entrevistas e mais.
https://1.bp.blogspot.com/-afFGsh8_MLs/XxWm4BDrN6I/AAAAAAAATbM/LxUwhsqOmkwC0ScL8dAQ1bCWlURPIx0qwCLcBGAsYHQ/w640-h426/comunica%2Btudo.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-afFGsh8_MLs/XxWm4BDrN6I/AAAAAAAATbM/LxUwhsqOmkwC0ScL8dAQ1bCWlURPIx0qwCLcBGAsYHQ/s72-w640-c-h426/comunica%2Btudo.jpg
COMUNICA TUDO
https://www.marcelodamico.com/2020/07/no-pais-da-carteirada-gente-de-bem-esta.html
https://www.marcelodamico.com/
https://www.marcelodamico.com/
https://www.marcelodamico.com/2020/07/no-pais-da-carteirada-gente-de-bem-esta.html
true
4187826622770269860
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content